Quatro homens são presos após ameaças em Guarapuava

Os homens ameaçaram de morte e enviaram mensagens com foto de uma arma para um rapaz. Ele disse que as ameaças começaram após ele se separar da esposa

Além das ameaças, um dos homens também foi acusado de dirigir sob o efeito de álcool (Foto: Arquivo/RSN)

Quatro homens foram presos em Guarapuava depois de ameaçar de morte um jovem de 25 anos na noite dessa quinta (28) em Guarapuava. De acordo com a PM eles enviaram mensagens com uma foto de uma arma para a vítima.

Segundo o relato do jovem, as ameaças começaram depois que ele se separou da esposa. Ele mostrou as mensagens e a foto de uma arma enviada por duas pessoas. Desse modo, o jovem informou aos policiais o local onde eles poderiam estar. Depois de solicitar apoio de uma equipe do Choque, a PM chegou até o local indicado, mas não havia ninguém.

Entretanto, quando as equipes estavam de saída, chegou ao local uma caminhonete com quatro ocupantes. O motorista tentou fugir, mas a PM conseguiu abordar o veículo. Foram identificados os quatro homens, e o motorista, de 30 anos apresentava visíveis sinais de embriaguez.

Depois de identificados, os rapazes foram questionados sobre as mensagens e a arma. Um deles, informou a PM que a arma pertencia ao homem de 30 anos e que a foto teria sido tirada em um apartamento. Assim, foram até o local, onde encontraram a ex-esposa da vítima, que disse aos policiais que a arma estava com os ‘piás’.

Os homens foram novamente questionados sobre a arma, e por fim, informaram que ela estaria dentro de um outro carro. De acordo com a PM, o carro estava na casa do homem de 30 anos e a arma foi encontrada. O motorista foi preso pelos crimes de dirigir sob influência de álcool, posse irregular de arma de fogo e ameaça. Os outros três rapazes foram acusados de ameaça.

EM PINHÃO

Em Pinhão dois homens também foram presos por posse irregular de arma de fogo. O caseiro de uma propriedade na localidade de Poço Grande, teria atirado contra um grupo de ciclistas que queria ter acesso a uma cachoeira.

Os policiais foram até o local, e o homem de 45 anos confirmou os fatos. Ainda de acordo com o relato da polícia, ele afirmou ter duas espingardas e indicou o local onde as armas estariam.

Ele foi preso e levado para o destacamento da polícia. Porém, chegou ao local um homem de 47 que se identificou como patrão do acusado preso. Ele disse que era o dono das armas. Desse modo, ele também foi preso.

Leia outra notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MAIS CONFIRMAÇÕES

Saúde confirma 14 novos casos de covid-19 em Guarapuava

AJUDE O PROJETO

Projeto Anjos Inocentes precisa de doações para construção da nova sede

CUIDADO E APOIO

Traumas na infância e adolescência podem se agravar na fase adulta

Comentários