Queda de R$ 2 milhões na arrecadação faz Claudinei conter despesas

Estiagem e pandemia já provocam queda na arrecadação de royalties, ICMS e Fundo de Participação dos Municípios em Bituruna

Queda de R$ 2 milhões na arrecadação faz Claudinei conter despesas – Usina de Foz do Areia (Foto: AEN)

A junção entre a estiagem dos últimos meses e a pandemia do coronavírus já afetam a economia de Bituruna. O resultado é uma queda superior a R$ 2 milhões na arrecadação do município. De acordo com a Secretaria de Administração, Finanças e Planejamento, a falta de chuva derrubou o valor do repasse dos royalties.

De acordo com o prefeito Claudinei Castilho, a prefeitura já suspendeu contrato com terceirizados, vai dispensar parte dos estagiários. Além de cortar horas extras e gratificações, podendo reduzir entre 10% e 15% o salário de comissionados. Se tudo isso não for suficiente, pode haver exoneração.

“Começamos o ano muito bem até março. Mas a partir de junho vai ser muito difícil. Por isso, estamos contendo despesas de todas as formas possíveis. A situação não está fácil”.

De acordo com o prefeito, embora haja repasses compensatórios por parte do governo, a compensação financeira pela utilização de recursos hídricos das usinas hidrelétricas Bento Munhoz da Rocha (Foz do Areia) e Governador Ney Braga (Salto Segredo) será difícil. “Estamos há um ano sem chuva grande”.

Assim, só no primeiro quadrimestre, entre janeiro e abril, a queda dos ‘royalties’ foi de 56% no comparativo com o mesmo período do ano anterior. Isso representa um volume financeiro de R$ 1.583.902,91.

OUTRAS FONTES

Além disso, a Secretaria de Administração, Finanças e Planejamento, levantou os dados de outras duas fontes de recursos. Conforme o levamento, comparando janeiro e fevereiro a março e abril de 2020, o ICMS e o FPM (Fundo de Participação dos Municípios) somam juntos uma queda de R$ 453.179,29. “Isso já é reflexo dos prejuízos ocasionados pela pandemia do coronavírus”.

Para repor esse prejuízo o prefeito Claudinei Castilho (Podemos), aguarda a sanção do Governo Federal  sobre o auxílio financeiro aos entes federados. Assim, Bituruna receberá o aporte de R$ 1.916.000, pagos em quatro parcelas.

De acordo com o prefeito, esse valor, embora não supra o total das quedas registradas, vai permitir que o município honre os compromissos financeiros temporariamente.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

GUARAPUAVA

Restaurantes e setor de eventos podem pedir remissão da taxa de alvará

RETORNO

Guarapuava terá mais de R$ 5 bi com a redistribuição do ISSQN

FACILIDADE

Financiamento da casa própria já pode ser feito por app da Caixa Econômica

Comentários