Rotam faz apreensão de maconha e 251 pedras de crack em Guarapuava

Dois homens foram presos, entre eles um foragido da justiça de Curitiba. Ele, mentiu endereço, idade e tentou fugir. Na delegacia, fez ameaças aos policiais

Rotam faz apreensão de maconha e 251 pedras de crack em Guarapuava (Foto: Ascom/Polícia Militar)

Policiais da Rotam fizeram uma grande apreensão de crack na noite dessa terça (30) em Guarapuava. Por volta das 21h15, uma equipe da Rotam estava em patrulhamento pelo Centro da cidade, quando na rua XV de Novembro observou dois homens caminhando pela calçada.

De acordo com a PM, ao perceberem a presença da polícia, um dos homens demonstrou nervosismo e levou as mãos ao bolso na tentativa de pegar algum objeto. Os dois foram abordados. Com o rapaz de 20 anos que colocou a mão no bolso foram encontrados oito tabletes pequenos de maconha.

Já o outro rapaz ‘se confundiu’ ao ser questionado sobre o nome da mãe, data de nascimento e outras informações pessoais, gerando suspeição dos policiais de que ele estivesse mentindo o nome. Com ele foram encontrados R$ 30 no bolso direito da camisa e R$ 1.200 no bolso esquerdo.

MENTIU ENDEREÇO

Os dois alegaram que o segundo abordado – que teria informado ter 22 anos -, teria acabado de comprar a maconha de um terceiro e iria repassar um dos tabletes ao outro homem para que ambos pudessem consumir a droga no Parque do Lago. Para confirmar a identidade do segundo abordado, os policiais pediram os documentos dele. Entretanto, ele disse que a equipe poderia ir até a casa dele, onde a esposa e filhos o aguardavam, e que lá poderia pegar o documento.

Conforme relato policial, a Rotam foi até o endereço informado, na avenida Manoel Ribas. Entretanto, no local os policiais afirmaram que reside outra pessoa que confirmou não conhecer os abordados. Então os policiais questionaram novamente o endereço verdadeiro, e o homem disse que morava no Residencial 2000, na última rua, junto com uma suposta irmã.

Ao chegar no endereço os policiais abriram a porta da viatura para que o abordado mostrasse a residência certa, mas o homem chutou a porta e saiu correndo em direção ao matagal. Ele foi acompanhado e alcançado. Além disso, ele resistiu a prisão com socos, sendo necessário o uso de força física moderada e apoio dos demais integrantes da equipe para algemá-lo.

FORAGIDO DA JUSTIÇA

O homem então disse que era foragido da justiça de Curitiba, informou o nome verdadeiro e a idade, 25 anos. Em consulta foi confirmado um mandado de prisão expedido pela primeira vara de execuções penais de Curitiba, por envolvimento num crime de roubo em 2018. Além disso, ele confessou o endereço verdadeiro, e que teria mentido, já que lá seriam encontradas drogas.

De acordo com a PM, dentro da viatura, os dois abordados combinaram versões que iriam dar para tentar escapar da responsabilidade criminal, e com isso prejudicar os policiais. Em novo endereço informado, os policiais fizeram contato com o sobrinho do foragido. Também estavam na casa, um irmão e a mãe do foragido. Os dois disseram que o foragido estava morando ali, e indicaram o cômodo da casa onde estavam os pertences deles.

Durante revista, foram encontrados nove invólucros com aproximadamente 28 pedras de crack cada, que totalizaram 251 pedras, além de R$ 84,20. Em outro endereço, a mãe do outro abordado, de 20 anos também foi informada sobre a prisão do filho. Antes de chegar na delegacia, os policiais ofereceram atendimento médico aos dois presos, mas eles recusaram.

AMEAÇA

Entretanto, já na 14ª SDP , o homem de 25 anos passou a debochar dos policiais militares, com muita arrogância e sarcasmo dizendo que falou o nome de um amigo e que quase conseguiu enganar a PM. Ainda conforme a polícia, o homem disse que contrataria um advogado para prejudicar os integrantes da equipe. Além disso, o preso ameaçou os policiais com frases como “eu vou processar todos vocês e vou dizer que a droga não era minha”.

Conversando com o outro rapaz preso, ele continuou fazendo ameaças aos policiais com palavras de baixo calão. Ao término da confecção do boletim de ocorrência, o foragido preso alegou que queria receber atendimento médico. Por fim ele foi conduzido até a Upa do Batel.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

GRANDE APREENSÃO

Traficante é preso com 569,4 quilos de maconha na estrada do Guairacá

PROCURA-SE!

A pequena 'Lola' está desaparecida em Guarapuava

VAMOS NOS CUIDAR?

Policlínica Guairacá promove o Outubro Rosa com exames de mamas

Comentários