Sacola jogada dentro da Cadeia Pública de Guarapuava estava ‘recheada’

A sacola caiu na tela do pátio da cadeia e foi pega antes dos presos. Dentro havia maconha, cocaína, celular, carregadores, chips e bilhetes

Sacola jogada dentro da Cadeia Pública de Guarapuava estava ‘recheada’ (Foto: Ascom/Polícia Militar)

Uma pessoa não identificada tentou ‘entregar’ uma sacola cheia de droga, celular, chips entre outros produtos para presos da Cadeia Pública de Guarapuava na tarde dessa quarta (15). De acordo com relatório da PM, por volta das 15h20, a equipe da guarda em serviço na guarita da 14ª SDP notou que tinha sido arremessada uma sacola.

Conforme a PM, o material caiu na tela do pátio onde se encontram os presos. A equipe conseguiu pegar a sacola antes dos presos. Dentro, havia 436 gramas de maconha, um celular com bateria, dois carregadores de celular, três chips de celular, oito gramas de cocaína, oito envelopes com papel seda, três papéis escritos e um fone de ouvido.

Por fim, as apreensões foram entregues na 14ª SDP. Após patrulhamento, ninguém foi localizado nas proximidades. A Cadeia Pública de Guarapuava é um barril de pólvora. Esta semana um preso foi encontrado enforcado. É a terceira morte dentro da Cadeia Pública de Guarapuava só em 2020.

Além das mortes frequentes, no dia 6 de julho, o Depen – Departamento Penitenciário registrou a fuga de 16 presos. Por fim, a cadeia construída para 160 presos, abriga 422.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Guarapuava é sede da primeira rede de pesquisa genômica do País

PARANAENSE DE FUTSAL

CAD anuncia a contratação do revelação ala Traiano para Série Prata

EM FUNCIONAMENTO

Câncer Center já atende uma média de 10 a 15 pacientes por dia

Comentários