Sétimo Dia da morte de Zilda Arns será lembrado em várias paróquias de Guarapuava

Guarapuava – A Pastoral da Criança em Guarapuava não agendou nenhuma celebração religiosa oficial em memória póstuma à ex-coordenadora internacional da entidade, a médica Zilda Arns que faleceu na capital haitiana de Porto Princípe.
De acordo com a Irmã Clotilde, uma das responsáveis pela entidade no município, cada responsável por setor celebrará em sua paróquia.
A iniciativa da Pastoral da Criança em Guarapuava segue a orientação dada pelos familiares da médica.
A família de Zilda Arns orientou para que cada cidade organizasse uma celebração.
Filhos e netos optaram por uma solenidade religiosa íntima e farão a celebração em suas paróquias.
Em diversos municípios brasileiros, voluntários da Pastoral realizarão cerimônias em homenagem à médica. Em Curitiba, amigos e funcionários da Pastoral realizarão hoje (19) uma cerimônia não oficial na Igreja das Mercês.

SOLIDARIEDADE
A solidariedade que sempre norteou a vida da médica esteve presente também no dia da sua morte.
A ausência de coroa e de flores no seu velório teve um motivo muito especial: a família pediu para que o dinheiro que seria gasto com coroas e flores fosse doado para a Pastoral da Criança. O resultado foram R$ 77 mil a mais no cofre da entidade.
Esse montante será destinado para acompanhar 3,9 mil meninos e meninas durante um ano.
“Tenho certeza de que Zilda ficaria muito contente. Ela era uma pessoa prática: sempre gostou de flores, mas gostava muito mais de crianças”, diz o filho Nelson Arns ao jornal Gazeta do Povo.
A Pastoral da Criança ainda não anunciou quem sucederá Zilda Arns na coordenação da entidade.

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

Guarapuava registra mais duas mortes por covid-19

MAIS FACILIDADE

Sanepar permite parcelamento em até 60 vezes para dívidas

LUTO

Morre nesta segunda (18) a empresária Aline Pires em Guarapuava

Comentários