Sindicalista e podóloga se lançam a uma vaga na Câmara em Guarapuava

Convictas que podem ajudar na transformação da política na Câmara em Guarapuava, Cristiane Wainer lança pré-candidatura pelo PT e Rozelia Pretko pela REDE

Rumo à Câmara: A sindicalista Cristiane Wainer (Foto: Reprodução/Youtube)

Com o veto às coligações proporcionais, partidos políticos tiveram que correr atrás de mulheres dispostas a encarar candidatura. De acordo com a nova regra, a partir deste ano cada legenda precisa ter ao menos 30% de nomes femininos nas urnas. Assim, os partidos que não alcançarem esse porcentual vão ter de reduzir o número de homens na eleição.

Entretanto, muitas das candidatas em Guarapuava, se lançam por acharem que as mulheres devem ter participação efetiva na política partidária, como instrumento de transformação. Esse é o caso da sindicalista Cristiane Wainer, que deixa a presidência do Sisppmug para concorrer a uma das vagas na Câmara de Vereadores.

Sindicalista há 13 anos, dos quais seis filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), Cristiane é ativista na causa do servidor público municipal. Entretanto, a luta das mulheres e a ampliação dos direitos para toda a população guarapuavana são alguns dos assuntos que levaram a sindicalista à luta eleitoral. “Sou uma mulher de luta”.

Cristiane lançou a pré-candidatura em entrevista ao médico Dr. Antenor, no Facebook. Ele é pré-candidato a prefeito, também pelo PT.

A podóloga Rozelia Pretko (Foto: Facebook)

NA REDE

Outra pré-candidata que surge é a podóloga Rozelia Pretko, da REDE Solidariedade, cujo nome foi lançado no sábado (13).  Conforme Rozelia, ela traz um formato inovador para Guarapuava, que é o mandato compartilhado. “Será um mecanismo onde as pessoas, através de alguns critérios, terão participação direta no mandato”.

De acordo com a podóloga, a ideia é promover a participação da população na política, dando voz e voto, tornando o mandato totalmente transparente e democrático.

“Precisamos de mudanças políticas, urgente, pois o que está posto até hoje já vimos que não funciona muito bem. Entendemos que as mudanças devem ocorrer em ambas as partes, tanto do eleitor ao escolher quem irá representá-los, quanto nossa que nos colocamos como futuros representantes do população”.

A biomédica Janaína Naumann (Foto: arquivo/RSN)

Assim, como Cristiane e Rozelia, outras mulheres apostam nas eleições deste ano. A biomédica Janaína Naumann (Republicanos), por exemplo, é a primeira mulher a disputar a vaga que será deixada pelo prefeito Cesar Silvestri Filho.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

PROTESTO

Carreata em protesto a unificação de escolas é neste sábado

LUTO

Morre aos 88 anos em Guarapuava, o médico Ubirajara Azevedo

ELEIÇÕES 2020

Coligação ‘Por Você’ registra candidaturas

Comentários