Vizinhos vão atender pedido de socorro e são agredidos por moradores

Em outras duas ocorrências, duas mulheres foram agredidas e ameaçadas de morte pelos companheiros. Os dois fugiram antes da chegada da PM

Vizinhos vão atender pedido de socorro e são agredidos por moradores (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Polícia Militar registrou três ocorrências nas últimas horas em Guarapuava envolvendo ameaça, lesão corporal, resistência e descumprimento de medida protetiva. Assim, nos primeiros minutos deste domingo (27), às 0h50, a equipe se deslocou até a rua Carlita G. Pupo, no bairro Bonsucesso. No local, moradores tentaram socorrer uma mulher e acabaram agredidos.

Desta forma, no endereço, uma mulher de 42 anos informou que na casa da frente a dela, tinha uma mulher pedindo socorro. Ela informou que ao ouvir os gritos, tentou intervir na situação. Ela informou que estava acompanhada de um homem de 25 anos.

Entretanto, ela relatou aos policiais que os dois sofreram agressões como chutes e socos dados por três pessoas, sendo uma mulher e dois homens. Afirmou ainda que ao conseguir escapar da situação, retornou para casa e ligou para a polícia.

NA CASA DOS AGRESSORES

A equipe se deslocou até a casa dos agressores. Entretanto, com a chegada da PM, uma mulher de 28 anos, e dois homens de 23 e 27 anos passaram a desacatar a equipe, falando “aqui porco nenhum entra. Sumam daqui seus diabo”.

Assim, devido aos fatos, os policiais entraram na casa, mas a mulher tentou impedir dando tapas e empurrões e ajudando para que o homem fugisse, pulando muros atrás da residência. Os policiais deram voz de prisão à mulher e ao outro homem.

Após buscas, a polícia encontrou o homem que fugiu durante as agressões da mulher aos policiais. Porém ao receber voz de abordagem, ele passou a investir contra equipe, com socos e chutes. Assim, fez-se necessário o uso de força moderada para poder contê-lo e algemá-lo.

Por fim, em revista pessoal, os policiais encontraram no bolso da roupa dele, um celular quebrado “partido ao meio”. As partes foram encaminhadas até o cartório do 16º BPM.

DESCUMPRIMENTO DE MEDIDA PROTETIVA

Nesse sábado (26), por volta das 9h, uma equipe da Rádio Patrulha se deslocou até a Av. das Profissões, no Residencial 2000, bairro Morro Alto, para atender uma ocorrência de descumprimento de medida protetiva.

No local, uma idosa de 62 anos relatou que possui medida protetiva contra o marido, mas que ele não aceitava sair de casa. Além disso, ela disse que no dia anterior o homem entrou na casa dela e a ameaçou dizendo que ia matá-la.

Ao dizer que chamaria a PM, ele fugiu. A mulher recebeu orientação quanto aos procedimentos cabíveis.

AMEAÇA E LESÃO CORPORAL

E na noite desse sábado (26), às 20h25, uma mulher sofreu agressão por parte do namorado. Conforme relato policial, a ocorrência aconteceu na rua João Dias Sollis, no bairro Primavera. No local a mulher de 47 anos relatou que estava com o namorado, e que em determinado momento, o homem começou a a agredi-la.

De acordo com a vítima, ele deu tapas e puxões de cabelo e disse que a mataria por motivo de traição. Familiares disseram que chamariam a polícia e o agressor fugiu em um VW Gol. Por fim, a PM orientou a mulher.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

AUMENTOU

Saúde registra 33 novos casos de covid-19 em Guarapuava

AUMENTO DE CASOS

Curva da média móvel de Guarapuava segue aumentando

COLÉGIO MILITAR

Comunidade escolar começa a consulta pública em Guarapuava

Comentários