A partir de sábado (22), funcionários do Santa Tereza entram em greve

Decisão foi tomada nesta quarta feira (19). Categoria pode recuar caso salários sejam pagos até o final de semana

Os funcionários do Hospital Santa Tereza, em Guarapuava, deliberaram greve na instituição. A decisão foi tomada após a realização de uma assembleia, organizada pelo Sindicato dos Empregados de Estabelecimentos de Serviço de Saúde de Guarapuava. O encontro ocorreu nesta quarta feira (19). A greve acontece frente ao atraso dos salários aos cerca de 400 funcionários da instituição.

De acordo com Alcione de Jesus Domingues, presidente do sindicato, a deliberação da assembleia prevê a greve a partir de 72 horas, se iniciando no próximo sábado (22). O prazo serve de alerta para a própria instituição se preparar, além de ser neste período que a categoria fará o trâmite necessário para que a greve ocorra de maneira legal. Os órgãos ligados ao HST, como a Secretaria de Saúde do município, Samu e a 5ª  Regional de Saúde, serão notificados formalmente.

Ainda de acordo com Alcione, a categoria pode recuar da greve caso os pagamentos sejam realizados até o fim do prazo. No início desta semana, a administração do hospital informou ao Portal RSN que a nova previsão para os pagamentos é esta quinta feira (20).

Se a categoria não recuar, apenas serviços de emergência extrema irão funcionar no HST. O hospital atende Guarapuava e cerca de outros 20 municípios do entorno, totalizando um contingente de 500 mil pessoas.

O ATRASO

Os pagamentos deviam ter sido efetuados no dia seis deste mês, entretanto, uma série de entraves para liberação de crédito impossibilitou os pagamentos.

Desde que o atraso começou, duas previsões de datas para os pagamentos foram feitas pela administração: para o dia 11 deste mês e para o dia 17. As previsões, entretanto, não foram cumpridas por entraves burocráticos. Esta foi a segunda vez que o HST atrasou os pagamentos desde que a crise financeira na instituição se agravou, em abril deste ano.

Na última terça feira (18), a administração informou ao Portal RSN que o departamento financeiro estava aguardando a liberação de uma cédula de crédito para, em seguida, o hospital pedir, novamente, um recurso financeiro ao banco que atende o HST.

“Se dependesse da nossa vontade, tudo já estaria resolvido. Mas o problema deste mês foram os imprevistos que surgiram no meio do caminho. Se isso que estamos fazendo não tiver nenhum entrave documental, os pagamentos ocorrerão na quinta (20)”, informou a administração.

Relacionadas

OLHA A OPORTUNIDADE

Corpo de Bombeiros abre inscrições para curso de guarda-vidas civil

UTILIDADE PÚBLICA

Energisa divulga desligamento programado para Guarapuava

MAIS CONFIRMAÇÕES

Guarapuava registra cinco novos casos de covid-19 em 24h

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com