A Páscoa no Rito Católico Ucraniano em Guarapuava

No sábado haverá bençãos dos alimentos às 14h e às 15h na Paróquia Assunção de Nossa Senhora

A Paróquia Assunção de Nossa Senhora de Rito Ucraniano, no bairro Trianon em Guarapuava, teve programação desde 9h da manhã desta Sexta Feira Santa (19), com orações e procissão no entorno do pátio da igreja com o Santo Sudário.

(Foto: Reprodução)

Por volta das 11h30 da manhã, iniciou-se a adoração ao Santíssimo com o revezamento de pastorais e grupos da comunidade católica ucraniana até às 18h30. No sábado (20) ocorrem duas bençãos dos alimentos: às 14h e às 15h.

(Foto: Reprodução)

Esse é um momento em que segundo o rito católico ucraniano, a comunidade leva cestas com alimentos que serão abençoados e servidos na primeira refeição do domingo de Páscoa, o café da manhã. À noite, às 19h será celebrada Missa da Ressurreição presidida pelo padre Roberto e nova benção dos alimentos.

TRADIÇÃO

Cada alimento que será bento e consumido tem uma simbologia e vários significados. Juntamente com o Rito Bizantino, os ucranianos herdaram muitos costumes cheios de significados, que tornaram o culto litúrgico inspirador e espiritualmente rico.

(Foto: Reprodução)

Assim, a quaresma inicia-se conforme tradição milenar no Domingo da Abstenção de Laticínios e se prolonga até a véspera da Páscoa. Terminado o período quaresmal, os fiéis demonstram gratidão e alegria, e trazem os alimentos para a benção na igreja. Desta forma, ao celebrar a Páscoa, os ucranianos festejam a vida nova, e abençoam o alimento que sustenta a vida física.

Os alimentos tradicionalmente abençoados na Páscoa são Paska, pernil, queijo ou requeijão, manteiga, linguiça, ovos, sal e hrin (Krem – raiz forte). Um dos alimentos destaques é o Paska – um  pão redondo feito pelos descendentes de ucranianos, que simboliza o próprio Jesus Cristo, o pão da vida que desceu do céu para dar a vida eterna ao mundo.

Já o pernil e os produtos à base de carnes simbolizam os animais sacrificados no Antigo Testamento, representando o verdadeiro sacrifício do Salvador, que se tornou “o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.

(Foto: Reprodução)

A manteiga e o queijo relembram prosperidade e paz dos tempos messiânicos anunciados pelos profetas. O Hrin (Krem ou raiz forte) são misturados com a beterraba e o sabor forte simboliza o fel dado a Cristo pregado na Cruz. O sal faz referência ao compromisso do cristão em ser o “sal da terra e a luz do mundo”, assim como preserva os alimentos, os ensinamentos de Cristo nos preservam para a vida eterna.

E os ovos sempre foram considerados os símbolos da ressurreição, como surgimento de uma nova vida. Por isso os ovos são coloridos ou decorados (Pêssankas), e cada desenho tem significado especial. As pêssankas fazem parte da arte nacional ucraniana, e são oferecidas como presente nessa época do ano.

(Foto: Reprodução/Pixabay)

Relacionadas

TIRA-DÚVIDAS

TSE lança aplicativo para tirar dúvidas no WhatsApp nas eleições 2020

ELAS SÃO MAIORIA

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar nestas eleições

INSCRIÇÕES ABERTAS

Aberto o credenciamento para atuação na área esportiva no Litoral do PR

Comentários