Agentes penitenciários participam de culto em memória de colega morto

Guarapuava – Agentes penitenciários que prestam serviços na Penitenciária Industrial de Guarapuava (PIG) e no presídio semi-aberto estão participande neste momento (9h40min) de um culto em memória do agente moro em Londrina.
Há um mês, Valter Giovani de Brito, 26 anos, foi assassinado durante um atentado patrocinado por internos da Penitenciária londrinense.
Levino Custódio Junior, 34 anos, agente que se encontrava junto com a vítima revidou e acertou dois tiros no autor dos disparos contra Brito. Levino foi preso por porte ilegal de armas.
Por causa disso, agentes de todo o Paraná fizerm um protesto de 24 horas levantando a falta de segurança contra a categoria e pedindo permissão para o uso de armas.
No dia 13, amanhã (sexta-feira), haverá audiência com o desembargador Jair Ramos Braga para tratar desses pedidos.

Relacionadas

ARBITRARIEDADE

Político de Candói é acusado de dar 'carteiraço' em policiais

SURTANDO

Homem tenta rasgar teste de bafômetro e ameaça policiais

ROUBO

Homem tem carro roubado por dois homens armados com faca

Comentários