Amigos e familiares de Marcia fazem protesto silencioso no júri

De acordo com informações, não há testemunhas de defesa

Amigas vestem camisetas e estampam faixa (Foto: Divulgação)

O julgamento de Alceu Xavier de Lima, acusado de ter executado a tiros a sua esposa Marcia Spitzner na noite de 2 de fevereiro de 2017, em Cantagalo. No Tribunal do Júri, amigos e familiares da vítima vestem camisetas com a foto de Marcia com uma frase pedindo que justiça seja feita. No lado de fora do fórum, faixas repetem a mesma frase, num protesto silencioso.

De acordo com informações repassadas ao Portal RSN, na parte da manhã foram ouvidas as testemunhas de acusação: os pais e o cunhado da vítima. Houve intervalo para almoço e o julgamento foi retomado às 13h45. Outras testemunhas de acusação estão sendo ouvidas, entre estas, um médico, uma vizinha, duas irmãs da vítima, e um perito do Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava. Não há previsão de que horas o júri vai acabar.

Relacionadas

CUIDADO COM O TROTE

Pinhão alerta sobre trotes utilizando o nome da Unidade Sentinela

CRIME

Dois homens são presos por contrabando em Palmital

HOMICÍDIO

Homem é encontrado morto na localidade Dois Irmãos em Pinhão

Comentários