Artagão Junior defende coincidência dos mandatos

Curitiba – Se depender do deputado estadual Artagão Junior, as eleições no Brasil não serão mais a cada dois anos. O parlamentar entende que a coincidência dos mandatos pode desonerar o alto custo de uma eleição. Além disso, Artagão Junior acredita que todos os eleitos, sejam eles, vereadores, deputados, prefeitos e até mesmo o presidente, terão condições de assumir compromissos e desenvolver projetos conjuntos.
Nas palavras do deputado, “o prejuízo é enorme. As ações ficam paralisadas e o custo é muito alto. Independente de prorrogação, é importante que o assunto seja debatido.” Ele citou inclusive a importância para os meios de comunicação. Segundo Artagão Junior, a propaganda eleitoral gratuita permite aos veículos de comunicação receber o custo em isenções tributárias e fiscais. Porém, “o que precisa ser analisado é aquilo que é melhor para os municípios e para o Estado”.
O deputado aproveitou a oportunidade para lembrar que no Estado de Minas Gerais, milhares de assinaturas foram coletadas, a partir de uma proposta do deputado Alencar da Silveira Junior (PDT). “Foram levantados todos os gastos despendidos em campanha, como traslado, alimentação, urnas eletrônicas, manutenção do sistema, entre outros. Ficou provado que pelas dimensões continentais, uma eleição custa muito para o Estado e isso pode mudar com uma eleição a cada seis anos”, explicou.
Finalizando, Artagão Junior sugeriu uma consulta à sociedade paranaense. Ele avalia que uma pesquisa junto à população nas principais cidades do Paraná pode ser bastante esclarecedora. E pergunta: “Será que a maioria quer uma eleição a cada dois anos? Vale a pena gastar R$ 10 bilhões a cada eleição? Será que esse valor não poderia ser direcionado de forma mais adequada? Será que por trás de tudo isso não existem outros interesses?”. Para o parlamentar, a proposta de unificação dos mandatos tem tudo para ser bem acolhida pela sociedade.

Relacionadas

COVID-19

Bolsonaro tem febre e há suspeita de ter contraído a covid-19

PRUDENTÓPOLIS

Prudentópolis recebe obras e equipamentos com apoio de Ademar Traiano

MEC À SOLTA

Núcleo impede Feder, mas ele diz que tinha recusado convite

Comentários