Audiência pública tratará do caso Dal Pozzo nesta segunda feira (13)

MPT de Guarapuava ajuizou ação contra a rede de supermercados guarapuavana para apurar potencial prática discriminatória a mulheres

Uma audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT) de Guarapuava, marcada para esta segunda feira (13), dará continuidade ao processo de apuração de potencial prática discriminatória a mulheres por parte da rede de supermercados guarapuavana Dal Pozzo. A audiência será realizada às 14h, na 2º vara do trabalho de Guarapuava.

Supermercado Dal Pozzo, bairro Cidade dos Lagos (Foto: Divulgação)

O caso foi divulgado pelo Ministério no dia 20 de abril e veio à tona através de uma reportagem do Portal RSN. Na ocasião, as informações repassadas pela Procuradoria Regional do Trabalho da 9º Região declaravam que o Ministério Público do Trabalho (MPT) de Guarapuava havia ajuizado uma ação civil pública contra a rede de supermercados Dal Pozzo por discriminar mulheres durante os processos de contratação de pessoal da empresa. A investigação feita pelo MPT apontou que, durante as etapas de seleção, as mulheres eram desconsideradas como profissionais aptas à contratação, que efetivava apenas homens. A discriminação ocorria em sigilo, já que as candidatas participavam de todas as fases do processo seletivo.

PROCURADORA FRENTE AO CASO

No início de maio, a ação contra a rede de supermercado guarapuavana Dal Pozzo, ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT – Guarapuava) passou por uma troca na procuradoria. O procurador Lincoln Roberto Nobrega Cordeiro, autor da ação, foi transferido para outro Estado. Quem assumiu o caso perante o MPT de Guarapuava foi a procuradora Aline Riegel Nilson.

DECLARAÇÕES DO SUPERMERCADO DAL POZZO

Em contato feito pelo Portal RSN durante a produção de uma reportagem sobre o caso, em maio deste ano, o proprietário da rede de supermercados Dal Pozzo, José Ari Dal Pozzo, reiterou que não irá se manifestar sobre a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de Guarapuava contra sua empresa, enquanto ela estiver em trâmite na Justiça.

Relacionadas

COVID-19

Dois casos de covid-19 foram confirmados em Guarapuava neste domingo

SETEMBRO AMARELO

Pandemia reforça novos cuidados com a saúde mental

DIA DA ÁRVORE

Instituto Água e Terra desenvolve ação para o Dia da Árvore

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com