Chopinzinho recebe 30 leitos para tratamento de pacientes com covid-19

Chopinzinho integra a 7ª Regional de Saúde, é a 10ª cidade da Macrorregião a ter leitos disponíveis. São 10 novos leitos de UTI e 20 de enfermaria

Chopinzinho integra a 7ª Regional de Saúde, e é a 10ª cidade da Macrorregião a ter leitos disponíveis (Foto: Reprodução/AEN)

O Sudoeste do Paraná passou a contar com mais reforço no enfrentamento ao coronavírus. O Instituto São Rafael, em Chopinzinho, tem mais 10 leitos de UTI e 20 enfermarias exclusivos para pacientes com covid-19. Outras cidades do Paraná também já receberam leitos. Assim, apenas na Macrorregião Oeste foram entregues 143 UTIs e 198 enfermarias.

De acordo com o governador Ratinho Junior, o intuito é ampliar a capacidade na Macrorregião. Chopinzinho integra a 7ª Regional de Saúde, é a 10ª cidade da Macrorregião a ter leitos disponíveis. “Queremos descentralizar a estrutura de saúde do Estado”.

Para o secretário da Saúde, Beto Preto, é importante que as pessoas também se conscientizem, já que a entrega não significa que o vírus deixou de ser agressivo ou que não há mais necessidade de prevenção. “Precisamos que as pessoas se conscientizem sobre o isolamento, o uso de máscaras e a necessidade individual de se cuidar”.

OCUPAÇÃO

Ainda de acordo com Beto Preto, a ocupação de leitos está se mantendo alta em todas as regiões do Paraná, como ocorreu em Guarapuava em maio deste ano. Conforme a Saúde de Guarapuava, no boletim dessa quinta (16), cinco dos 10 leitos de UTI disponíveis para covid-19 estavam ocupados.

“Sofremos agora também com o inverno e não temos dúvidas de que aumentará ainda a mais a necessidade de leitos de UTI, porque além da covid, já é um período que há mais pessoas doentes que necessitam de estrutura hospitalar em razão de doenças respiratórias”.

A Secretaria de Estado da Saúde já habilitou 933 leitos de UTI adulto, 1.463 enfermaria adulto, 37 de UTI pediátrica e 70 de enfermaria pediátrica em unidades próprias ou contratados para uso exclusivo de pacientes suspeitos ou confirmados da doença, como informa o secretário.

Montamos uma forte estratégia na rede hospitalar. Conseguimos fazer rodar novas estruturas, colocando praticamente em quatro meses, quase mil leitos de UTI. Em 30 anos, aqui no Paraná, foram habilitados 1.200 leitos. Então, formamos quase uma segunda rede em pouco mais de 120 dias.

GUARAPUAVA

Na segunda (13), a primeira fase do Hospital Regional de Guarapuava foi entregue. O espaço conta com 20 leitos de UTI e 60 de enfermaria clínica, essa conquista faz parte de um aumento significativo que supriu um vazio nesta Região do Estado.

Além disso, a estimativa é que a unidade conte com 180 profissionais, ela custou R$ 115 milhões e vai atuar lado a lado com o Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba. Para Ratinho Junior, o hospital é importante para toda a Região.

“Nós queremos que a saúde fique mais próxima das pessoas, evitando que os pacientes tenham que andar 200, 300 e até 500 quilômetros de ambulância”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

EXPECTATIVA

Sentença sobre candidatura de Burko pode sair a qualquer momento

ELEIÇÕES

MP se manifesta pelo indeferimento da candidatura de José Vitorino

ELEIÇÕES 2020

Rossoni tem candidatura homologada a prefeito de Bituruna

Comentários