Coleta de lacres para produção de cadeiras de rodas vira campanha em Guarapuava

Uma iniciativa pioneira em Guarapuava atrelada a lacres de garrafas de alumínio está ganhando espaço na cidade para uma boa causa. A professora Marcia Cziulik, do Colegiado de Ciências Biológicas da Faculdade Guairacá, que já fazia coleção dos lacres, aumentou ainda mais seu estoque ao saber que o material podia ser trocado por cadeiras de rodas. A atitude ganhou espaço no cenário guarapuavano e, a partir desta semana, uma campanha para arrecadação de mais lacres foi lançada.

Pensando em ajudar ginstituições que cuidam de pessoas com necessidades especiais, o Colégio Guairacá deu início a um movimento para arrecadação de lacres de latas de alumínio para, posteriormente, trocar por cadeiras de rodas. De acordo com informações da assessoria de comunicação da instituição, a campanha segue até o final deste ano.

A troca do material em cadeiras de rodas é desenvolvida desde 2010 no Pequeno Cotolengo, uma instituição sem fins lucrativos de Curitiba que atende portadores de deficiências físicas e mentais. Todo o material recolhido é encaminhado para uma empresa que fabrica cadeiras de rodas. Constituído de alumínio mais puro, o lacre é derretido e aproveitado para a fabricação de alguns componentes das cadeiras.

Qualquer pessoa pode ajudar na campanha dos lacres de latinhas de alumínio. As doações devem ser entregues no Colégio ou na Faculdade Guairacá. O telefone para contato é (42) 3622-2000.

Relacionadas

ATENÇÃO

5ª Regional de Saúde confirma primeiro caso de Dengue

SEGUE O ALERTA

Irati chega a marca de 30 mortos por covid-19

VITÓRIA

Após 67 dias de internamento, paciente ganha alta no HR de Guarapuava

Comentários