Confirmado como solução, EaD já funciona em todo o Paraná

Conselho Nacional de Educação reafirma o Ensino a Distância (EaD) como solução para o calendário escolar no período de pandemia

No Paraná, sistema EaD já chega até mesmo a aluno que não tem acesso à internet (Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

O Conselho Nacional de Educação (CNE) publicou no site do Ministério da Educação, nesta semana, um parecer técnico no qual reafirma o Ensino a Distância (EaD) como a melhor solução para a reorganização do calendário escolar no período de pandemia do Covid-19.

Segundo o Conselho, há grandes possibilidades de que o acréscimo de dias letivos ao final do período de pandemia não seja suficiente. Portanto, seguir com alternativa da EaD é a melhor saída para que não ocorram grandes prejuízos pedagógicos, de desenvolvimento e financeiros a todos.

Assim, no Paraná o EaD está funcionando em quatro frentes: TV Aberta (TV Record – RIC Paraná). Além de Youtube (no canal Aula Paraná), Aplicativo Aula Paraná (disponível para Android e iOS) e o Google Classroom. A Secretariada Educação também providenciou pacotes 3G e 4G com todas as grandes operadoras do Paraná. Assim, alunos, professores e funcionários da rede podem usar os dados gratuitamente.

Com isso a Secretaria de Estado de Educação e do Esporte garante que o sistema funcione amplamente em todo o Paraná, chegando até mesmo aos alunos que não possuem sinal de internet.

Além disso, a Secretaria também está disponibilizando um guia completo que explica passo a passo como ter acesso o EaD Aula Paraná. E assim, garantir que, mesmo em casa, nenhum aluno fique sem aulas e tenha seu calendário escolar comprometido

REPOSIÇÃO

Assim, segundo o Conselho Nacional de Educação, sem o EaD, um longo período de reposição presencial seria necessário e acarretaria. Isso não apenas em um comprometimento do calendário de 2020, mas possivelmente também dos dois anos seguintes, 2021 e 2022.

Com o ensino a distância, por sua vez, o calendário não ficará prejudicado, uma vez as aulas seguem ocorrendo normalmente, reduzindo significativamente os prejuízos pedagógicos e financeiros que a reposição exclusivamente presencial pós-pandemia traria.

Ainda de acordo com o documento, uma reposição exclusivamente presencial traria, além dos prejuízos pedagógicos e financeiros, também uma sobrecarga aos estudantes e professores, comprometendo drasticamente o processo de ensino-aprendizagem. O que reforçaria, portanto, o EaD como solução em face ao Covid-19.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Abertas as inscrições para bolsas de Inclusão Social na Unicentro

REVISÃO TRIMESTRAL

Semana de revisão no 'Aula Paraná' começa nesta segunda (1)

OPORTUNIDADE

Abertas até 5 de junho inscrições para PSS na Educação do Paraná

Comentários