Coronavírus chega ao Brasil em paciente vindo da Itália

Confirmação de que o paciente está com o coronavírus foi anunciada pelo Ministério da Saúde. Anvisa pede que passageiros do mesmo voo se identifiquem

Coronavírus (Foto: Arquivo/RSN)

O Hospital Israelita Albert Einstein registrou no Ministério da Saúde a confirmação do primeiro caso de coronavírus (Covid-19) no Brasil. De acordo com o Ministério, o paciente de 61 anos, esteve recentemente na Itália. Assim, a confirmação foi anunciada após exames de contraprova feitos pelo Instituto Adolfo Lutz.

De acordo com a Agência Brasil, o paciente esteve na região da Lombardia, no Norte da Itália, a trabalho. Foi entre 9 a 21 de fevereiro. Ele desembarcou na última sexta-feira (21), em São Paulo, com sinais e sintomas compatíveis com a suspeita de doença Covid-19. Ou seja, febre, tosse seca, dor de garganta e coriza.

O pais europeu passa por aumento no número de casos infectados pelo coronavírus. São mais 220 portadores e sete mortes por causa dessa doença.da doença e sete mortes.

CAUTELA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deu início aos procedimentos padrão, solicitando à companhia aérea a lista de passageiros para identificar as pessoas que estiveram no mesmo voo procedente da Itália, país na lista de casos confirmados da doença.

“O documento será encaminhado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) para investigação de outros passageiros do voo que tiveram contato com o caso suspeito”, diz a nota da Anvisa.

A Agência reforça o alerta para pessoas  que estiveram recentemente em países com casos confirmados e apresentar febre, tosse, dificuldade em respirar ou outros sintomas respiratórios, procure atendimento médico de imediato e informe ao profissional de saúde a viagem feita para o exterior.

CRITÉRIOS

Na segunda-feira (24), o Ministério da Saúde informou que ampliou os critérios para definição de caso suspeito para o Covid-19.

Agora, também estão enquadradas com suspeitas pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar. E que vierem dos seguintes países: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã. Além da Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte. E ainda da Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China.

Conforme a Agência Brasil, essa decisão surgiu da preocupação que esses países têm gerado em decorrência da grande quantidade de casos do novo coronavírus nos últimos dias. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), esses países têm pelo menos cinco casos com transmissão interna da doença.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DENUNCIE

No Brasil, uma mulher é vítima de assassinato a cada nove horas

LUTO

Morre o jornalista Fernando Vannucci aos 69 anos em São Paulo

LUTA ANTI-RACISTA

No Dia da Consciência Negra e no ano todo a luta é por igualdade racial

Comentários