Coronavírus: sobem de 31 para 44 os casos suspeitos em Guarapuava

No Paraná, dois óbitos foram registrados pelo novo coronavírus. No Brasil, as mortes aumentaram. Passaram de 77 nessa quinta (26) para 92 nesta sexta

Coronavírus: sobem de 31 para 44 os casos suspeitos em Guarapuava (Foto: NIAID/Fotos Públicas)

Em Guarapuava, o número de casos suspeitos do novo coronavírus  subiu para 44  sexta (27). Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, outros 12 casos foram descartados. Até o momento, o município tem um caso confirmado. Trata-se de um paciente de 57 anos internado desde o dia 20 de março na UTI do Hospital São Vicente. A família dele e outras pessoas permanecem isoladas.

ATENDIMENTO

Em sete dias, mais de 600 guarapuavanos que precisaram de apoio e informação sobre a pandemia encontraram orientação em uma chamada telefônica. O serviço é disponibilizado das 8h às 23h, atendendo em média, 90 pessoas por dia.

Todavia, o secretário de Saúde, Celso Goes, “o call center está sendo uma ferramenta importante de suporte à população, tanto sobre os sintomas e deslocamento das equipes, quando necessário, como para atendimentos referentes à Covid-19 e apoio psicológico”.

(Gráfico: RSN)

PARANÁ

O coronavírus fez as duas primeiras vítimas fatais no Paraná nesta sexta (27), de acordo o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Assim, as mortes foram registradas em Maringá, no Norte do Estado. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, as vítimas são um homem de 84 anos e uma mulher de 54 anos.

A filha dele havia viajado para a Espanha e retornou ao Brasil já doente, sendo confirmada para coronavírus no dia 18 com quadro clínico leve e em isolamento domiciliar até o momento. Em princípio, o paciente passou a ser considerado como caso suspeito, porém, após o contato com este caso foi confirmado e morreu nesta quinta (26).

Assim, o segundo é uma mulher, 54 anos, que viajou para João Pessoa, na Paraíba, passou por São Paulo e retornou ao Estado no dia 11. Além disso, os sintomas começaram no dia 14 e foi internada em rede particular de Sarandi no dia 20. A paciente morreu na quarta (25). Ambos possuíam outras doenças.

Conforme a Sesa, o vírus foi confirmado em 21 municípios do Estado. O número de casos subiu de 102 para 125 no Paraná, entre a quinta (26) e a sexta (27). Em resumo, são 1.078 casos do novo coronavírus em investigação e 2.004 descartados. Os municípios com mais casos confirmados no Estado são Curitiba (71), Maringá (7), Cianorte (7) Cascavel (5) e Foz de Iguaçu (5).

BRASIL

O Ministério da Saúde divulgou no começo da noite desta sexta (27) o mais recente balanço dos casos da Covid-19. Assim, os números mostram o avanço do coronavírus no país. De ontem (26) para hoje as confirmações subiram de 2.915 para 3.417.

Mas, em relação às mortes, o aumento foi de 19%. Passaram de 77 nessa quinta (26) para 92 nesta sexta. Segundo o secretário de vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, o perfil das vítimas mostra que, entre as pessoas com 20 e 39 anos, foram registradas três mortes.

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Entre 40 e 59 anos, o total de mortes chega a seis. Já outras 76 mortes ocorreram no grupo de pacientes com mais de 60 anos. Por fim, de acordo com o Ministério da Saúde, havia até 15h hoje, 116 pacientes internados em enfermarias e outros 148 pacientes em unidades de terapia intensiva no Brasil.

Por fim, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou hoje (27) em Brasília, que as companhias Gol, Azul e Latam vão garantir voos para as capitais dos 26 estados e o Distrito Federal, além de outras 19 cidades do país. Os voos terão início amanhã (28) e estão previstos até o fim de abril.

PANORAMA MUNDIAL

Enfim, nesta sexta (27), o número de mortes na Itália por causa da Covid-19, aumentou em 919, disse a agência de proteção civil. Até agora, 9.143 pessoas morreram por conta da epidemia no país. É o recorde para um único dia. Antes, havia sido em 21 de março, quando 793 pessoas haviam morrido.

Perto das 14h, o Papa Francisco rezou nesta sexta (27) sozinho diante da imensa praça de São Pedro vazia e deu a bênção e a indulgência plenária ao mundo pela pandemia de coronavírus que o assola. Não há registro de gesto semelhante na história do Vaticano.

A bênção “para a cidade e o mundo” é feita somente na Páscoa e no Natal (Foto: Reprodução/Fotos Públicas)

No Reino Unido, o primeiro-ministro, Boris Johnson, de 55 anos, está infectado com o coronavírus, de acordo com uma nota do governo divulgada nesta sexta (27). O político conservador teve sintomas leves e vai se isolar.

Contudo, na Espanha, segundo país mais atingido pela pandemia, registrou 769 mortes nas últimas 24 horas. Ao todo, são 4.858 mortes. Por fim, o último boletim da OMS informou que o novo coronavírus já foi confirmado em 588 mil pessoas até esta terça (24). A doença já deixou 26.9 mil mortos em todos os países reconhecidos pela Organização da Nações Unidas.

(*Com informações do Portal G1)

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MERCADO FINANCEIRO

Dólar cai e bolsa fecha no maior nível em dois meses

ECONOMIA

Prévia da inflação oficial registra queda de preços de 0,59% em maio

DETERMINAÇÃO

OMS interrompe ensaio clínico com hidroxicloroquina

Comentários