Criminalista pede preventiva de Carli Filho

Curitiba – O criminalista Elias Mattar Assad, que representa a Família Yared no caso envolvendo o ex-deputado estadual Fernando Carli Filhgo pediu na tarde desta segunda-feira, dia 8, em Curitiba, a decretação da prisão preventiva do suspeito.
A solicitação consta num documento protocolizado na Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) e cobra também maior rigor nas investigações.
A Família Yared teme que Carli Filho deixe o país. Ele recebeu alta do Hospital Albert Einsteinsno último final de semana.
Assad, em entrevista coletiva concedida na tarde de hoje, defendeu que a polícia deve fazer diligências em Guarapuava e em Curitiba para intimar o ex-depçutado. Se não conseguir, deve pedir que ele seja preso.
Para ele, se Carli Filho teve condições de escrever uma carta de renúncia ao cargo, também era possível que ele fosse interrogado no hospital. O texto foi lido na Assembleia Legislativa na semana passada.
Carli Filhgo também escreveu a próprio punho o seu pedido de desfiliação do PSB. Para Gilmar Yared, pai de um dos jovens mortos durante o acidente, observou que qualquer “cidadão comum” já estaria preso. Yared defendeu que o Brasil precisa de “políticos íntegros”.
O delegado Armando Braga de Moraes Neto, segundo o jornal Gazeta do Povo, on line, titular da Dedetran, afirmou que estava em reunião nesta tarde na Procuradoria Geral do Paraná e, por causa disso, não leu o documento entregue por Assad. Disse que só vai emitir oopinião após ler o ofício protocolizado na Delegacia.
Braga conseguiu que o prazo para a conclusão do inquérito fosse prorrogado até o dia 7 de julho, dia no qual o acidente completará dois meses.À Gazeta do Povo o delegado afirmou que está confiante na conclusão das investigações dentro do prazo.

Relacionadas

TRABALHO POLICIAL

Polícia Civil prende acusado de matar Juliano Palácio de Ramos

TRÁFICO DE DROGAS

PM prende jovem por tráfico de drogas e porte de armas em Guarapuava

AGREDIDO INJUSTAMENTE

Homem é agredido e acusado de furto de lojas de roupa em Guarapuava

Comentários