Cristina articula investimentos e solução para o Santa Tereza em Guarapuava

Parlamentar articulou ainda, finalização das obras do Hospital Regional e início das atividades do Centro de Especialidades

A deputada estadual Cristina Silvestri (Cidadania) esteve em mais uma reunião na Secretaria de Estado de Saúde para articular investimentos em Guarapuava e região. Uma solução para a crise financeira que afeta o Hospital Santa Tereza, assim como a finalização das obras do Hospital Regional e início das atividades do Centro de Especialidades também foram temas abordados.

Na reunião com o chefe de gabinete da secretaria, Geraldo Gentil Biesek, Cristina reforçou ao Estado a importância do Hospital Santa Tereza para a macrorregião de Guarapuava e necessidade de alinhar formas de incrementar a contratualização do Instituto Virmond, que mantém o hospital. O encontro contou com a presença do secretário de saúde de Guarapuava, Celso Góes, do administrador do Instituto Virmond, Francisco Cogo e do diretor do Instituto, Frederico Virmond.

“É um problema urgente, que necessita de uma solução a curto prazo. O hospital teve problemas recorrentes de atraso de salários dos funcionários, sem contar a dívida com os médicos”.

(Foto: Ascom)

No encontro, eventuais soluções para a amenização do problema financeiro na instituição foram apresentadas. A primeira delas diz respeito a possibilidade de adiantamento do valor da contratualização do Programa de Apoio e Qualificação de Hospitais Públicos e Filantrópicos do SUS Paraná (HOSPSUS), no valor de R$ 800 mil.

Um adiantamento do mesmo valor foi feito no começo do ano passado e dividido em 10 parcelas de R$ 80 mil para o pagamento pela administração. Um novo adiantamento permitiria que o hospital trabalhasse com um fundo reserva, para poder honrar os compromissos do mês com os funcionários.

“Os atrasos ocorrem porque os pagamentos do governo acabam ocorrendo após o quinto dia útil. Então esse adiantamento seria primordial para evitar os atrasos”, explica Cristina.

Outra possibilidade avaliada foi sobre a habilitação e regionalização do atendimento oftalmológico. O processo já está em andamento e, se concluído, atenderá toda a região.

“No caso do serviço oftalmológico, além de ajudar financeiramente o hospital, atenderia uma demanda de Guarapuava e do entorno para esse tipo de serviço, já que hoje a nossa população precisa realizar atendimentos em Curitiba, por exemplo”, explica o secretário de saúde, Celso Góes.

Desde o início desta legislatura, Cristina vem intervindo cada vez mais pelo Hospital Santa Tereza. Há dois meses, através de articulação da parlamentar, a Secretaria de Saúde adiantou o repasse mensal ao hospital para o pagamento de salários dos funcionários, que estavam em greve.

(Foto: Ascom)

ARTICULAÇÃO

Além das causas que envolvem o Hospital Santa Tereza, Cristina reforçou ao chefe de gabinete da secretaria a importância de finalização da obra do Hospital Regional. A expectativa é que ela seja concluída ainda este ano.

“O que nós queremos é a celeridade desta obra, que diminuiu seu andamento. O Geraldo entendeu esta demanda e nos assegurou que a empresa responsável pela obra será cobrada sobre o assunto”, disse Cristina, relembrando, também, que os equipamentos para o Centro de Especialidades estão em fase de licitação.

Relacionadas

COLÉGIO MILITAR

Anúncio do governador na segunda (26) gera expectativa em Guarapuava

NOVO BOLETIM

Guarapuava confirma 16 novos casos de covid-19 em 24h

INSTABILIDADE

Fim de semana deve ser de tempo instável em Guarapuava

Comentários