Cristina Silvestri articula reunião com novo governo sobre crise no Santa Tereza

Ortopedia na instituição parou de atender em 1º de janeiro devido à falta de pagamento de médicos do setor

A deputada estadual Cristina Silvestri articula, junto à Secretaria de Saúde do Estado, uma reunião com a diretoria do Instituto Virmond, que mantém o Hospital Santa Tereza, em Guarapuava. A instituição passa por uma crise financeira grave desde abril do ano passado. O reflexo mais recente desta crise foi o fechamento temporário da Ortopedia, devido à falta de pagamento dos quatro médicos que eram responsáveis pelo setor. O departamento está sem funcionar desde 1º de janeiro.

(Foto: Ascom)

“Por ser uma nova gestão, que assumiu junto com o governador Carlos Massa Ratinho Júnior, é muito importante que conheça de perto a situação do hospital. Dessa reunião técnica, esperamos que as equipes do hospital e da Secretaria da Saúde encontrem as alternativas possíveis”.

Cristina esteve em reunião na última segunda feira (7) com os diretores do Instituto Virmond, para debater, também, o cenário de crise que envolve a instituição.

Participaram da reunião em Guarapuava os diretores do Instituto Virmond, Frederico Virmond e administrador Francisco Carlos Cogo; representantes da 5ª Regional de Saúde, João Guerino Cato e Lisiana Savaris Volpato; o consultor em saúde, Renè Santos; e o secretário municipal da Saúde, Celso Góes.

ATENDIMENTOS

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os casos ortopédicos de urgência e emergência, continuam sendo atendidos pelos Hospitais de Guarapuava. Se o atendimento não for realizado no Santa Tereza, será transferido para o São Vicente de Paulo.

Relacionadas

COMBATE AO CRIME

PRF apreende mais de meia tonelada de maconha em Guarapuava

MAIS UM NOME DIVULGADO

Celso Góes anuncia o novo titular da Secretaria Executiva

PRIMEIRO ESCALÃO

Rita Felchak é a primeira escolha de Celso Góes para o novo mandato

Comentários