Cristina Silvestri reúne amigos neste sábado (1) em Guarapuava

Evento político será no Vitri, a partir das 17h

Cristina Silvestri (Foto: Divulgação)

A candidata a deputada estadual, a guarapuavana Cristina Silvestri (PPS) terá um encontro com amigos neste sábado (1), às 17h, no Vitri, em Guarapuava. Cristina deverá fazer uma prestação de contas da sua atuação parlamentar na Assembleia Legislativa do Paraná, no primeiro mandato. De acordo com a assessoria da candidata, o seu trabalho político está presente nos seguintes projetos de leis:

PROJETO DE LEI Nº 868/2015- BOTÃO DO PÂNICO

Lei do Botão do Pânico- Lei nº 18.868/2016- Institui o uso do dispositivo para a proteção de mulheres sob medida protetiva.

A lei prevê que as mulheres em situação de risco de violência domestica e familiar com medida protetiva do poder judiciário, sejam equipadas com o dispositivo eletrônico que, uma ve3z acionado pela vitima, dispara mensagem a uma central de policia para que o socorro venha mão mais rápido possível. O Paraná será o primeiro estado brasileiro a implantar o programa em 15 municípios do interior, e não apenas na capital como acontece em outras unidades da federação.

 PROJETO DE LEI Nº 873/2015- PROIBIÇÃO DA EXPLORAÇÃO DO GÁS DE XISTO NO PARANÁ, (SANCIONADA LEI 18.947/2016)

(Projeto dos Deputados, DEPUTADA CRISTINA SILVESTRI, DEPUTADO SCHIAVINATO, DEPUTADO RASCA RODRIGUES, DEPUTADO FERNANDO SCANAVACA, DEPUTADO MARCIO NUNES, DEPUTADO MARCIO PACHECO, DEPUTADO GUTO SILVA)

O projeto é uma proteção para o Meio Ambiente, agora amparado pela força da Lei. A agricultura é um dos segmentos diretamente beneficiados, pois “Fracking” segundo os especialistas causaria a contaminação do lençol freático e danos à estrutura do solo. Agora a partir desta Lei, a exploração terá que respeitar os requisitos exigidos pela agencia Nacional do Petróleo, Gás natural e biocombustíveis (ANP)

PROJETO DE LEI Nº 134/2017- CAPITAL DA CEVADA E MALTE

Lei nº- Lei 19.124/2017- Concede a Guarapuava, o título de Capital da Cevada e Malte do Estado do Paraná.

Contemplando o setor cervejeiro, onde incluiu Guarapuava na rota da cerveja artesanal do Paraná, Credenciando o município a pleitear recursos estaduais para fomentar a indústria cervejeira artesanal. Um nicho de mercado que ira possibilitar a Guarapuava ser um polo cervejeiro já que o município se destaca a mais de uma década por ser o maior produtor de cevada em tonelada de grãos, além de sediar a maltaria que abastece todas as cervejarias do país.

 PROJETO DE LEI Nº 486/2016- LEI DE DESCARTE DE ÓLEO VEGETAL

Lei nº- Lei 19.260/2017- Define todas as etapas do processo de coleta e destino final do óleo de cozinha, bem como sua reciclagem.

Projeto de Grande Alcance sócio ambiental, ira amenizar o impacto ambiental que o despejo inadequado deste tipo de produto pode causar.

PROJETO DE LEI  547/2017 

Obriga os estabelecimentos responsáveis pela comercialização a anotarem na nota fiscal ao consumidor o número de série que vem de fábrica, registrado no quadro da bicicleta para prevenir furtos.

 PROJETO DE LEI 198/2017     INSTITUI O DIA ESTADUAL DO IMIGRANTE ITALIANO

Essa data será oficialmente lembrada no Paraná com atividades oficiais, em homenagem aos imigrantes que aportaram pela primeira vez no litoral paranaense a partir do ano de 1875.

 PROJETO DE LEI DA PESCA ESPORTIVA

Que inclui o Campeonato Paranaense de Pesca Esportiva no Calendário Oficial de Eventos Turísticos do Paraná.

 PROJETO DE LEI 3/2018

Dispõe sobre diretrizes para realização de treinamento dos profissionais da rede estadual de ensino em técnicas de prevenção de acidentes e primeiros socorros.

 PROJETO DE LEI 141/2017 QUE INSTITUI A ROTA DA CERVEJA ARTESANAL

O Projeto de Lei pretende incentivar a produção de microcervejarias e o turismo.

PROJETO DE LEI 86/2017 – PESCA ESPORTIVA

Insere no calendário oficial de eventos turísticos do paraná o campeonato regional aberto de pesca esportiva, a ser realizado nos municípios e datas indicadas.

REQUERIMENTO 4820/2015 – CÂMERAS DE SEGURANÇA

Envio de expediente ao governador do Estado, no sentido de estabelecer benefícios fiscais a empresas do comércio, que investirem em sistema de monitoramento.

 PROJETO DE LEI 41/2018 – BULLYING

Institui o programa de combate ao bullying que está tramitando na Assembleia.

 

 

 

 

Relacionadas

ELEIÇÕES 2020

Antonio Araújo é o novo coordenador da campanha de Dr. Antenor

ELEIÇÕES

'Podemos' disputa a prefeitura nas maiores cidades do Paraná

ELEIÇÕES 2020

Ministério Público envia recomendação a partidos políticos

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com