Desafio do próximo governo será manter o ritmo, diz Silvio Barros

Secretário conduziu uma das reuniões da transição de governo

O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano (Sedu), Silvio Barros (Foto: Rogério Machado)

O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano (Sedu), Silvio Barros, conduziu  a reunião entre as equipes de transição e fez um balanço detalhado das atividades da pasta nos últimos sete meses.

Na explanação, ele mostrou como está a situação geral dos convênios entre Estado e prefeituras, os contratos de prestação de serviço e as ações previstas até 31 de dezembro. “Todos os municípios do Paraná foram contemplados com obras e equipamentos. Será um desafio para o próximo governo manter esse ritmo”, afirmou.

Barros disse que a determinação da governadora Cida Borghetti a secretaria imprimiu um ritmo de trabalho que resultou em um número extraordinário de contratos e convênios em andamento, e que devem ter continuidade. “Somente no Programa Plano de Apoio aos Municípios (PAM) temos mais de duas mil ações autorizadas para 387 municípios”, exemplificou o secretário.

Ele apresentou as sugestões para a continuidade do trabalho para o próximo ano, inclusive com desafios em áreas onde o Paraná é referência como no comprometimento com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

O superintendente executivo do Paranacidade, Albari Alves de Medeiros, também repassou informações. Da equipe do governador eleito Ratinho Júnior, participaram da reunião João Carlos Ortega, ex-secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Wilson Bley Lipski e Alvaro Cabrine Junior, ex-superintendentes do Paranacidade, além de Raul Clei Coccaro e Gilmário Ferraz, da área jurídica, e Antonio Carlos Magno, da financeira.

Ortega agradeceu a receptividade da equipe que apresentou os dados e disse que é importante estreitar as agendas para definir as ações. “Fico feliz de saber que fizeram avanços e que a abertura na transição está acontecendo de maneira republicana pela governadora”, afirmou. “Queremos dar continuidade sem qualquer interrupção”, completou.

Segundo Wilson Bley, a exposição foi bastante válida para ter um conceito do que foi realizado nos últimos meses. Ficou definido que serão designados dois interlocutores, um de cada lado, para aprofundar esclarecimentos e dar sequência à transição.

Também participaram do encontro, diretores e coordenadores da Sedu e do Paranacidade, na segunda feira (26).

 

Relacionadas

NOVA GESTÃO

"Vou oxigenar o primeiro escalão", diz Celso Goes

TRIBUTO

Deputados aprovam projeto que restabelece parcelamento de ICMS

MESA EXECUTIVA

Marcelinho e 'Gilson da Ambulância' formam bloco para a Câmara

Comentários