Dois são presos por suspeita de envolvimento com o desaparecimento de guarapuavano

Acir Roberto de Almeida está desaparecido desde o dia 30 de novembro. Ontem, sua caminhonete foi encontrada em chamas, em uma plantação, às margens da BR-277

(Foto: Reprodução/Facebook)

A Polícia Civil de Guarapuava prendeu dois homens por suspeita de envolvimento com o desaparecimento de Acir Roberto de Almeida. O guarapuavano sumiu no dia 30 de novembro.

Entenda: Guarapuavano desaparece e montagens suspeitas são publicadas em seu Facebook

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Bruno Miranda Maciozek, os suspeitos foram localizados após a caminhonete de Acir ter sido encontrada, em chamas, na última quarta (12). O veículo, que estava em uma estrada Rural, próximo ao aeroporto, foi roubado da casa onde Acir vive, na Vila Bela, horas antes.

Polícia Militar foi acionada atendeu a ocorrência (Foto: Reprodução/Márcio Mello)

Segundo o delegado Bruno, os dois homens que foram presos já foram ouvidos e, a partir dos depoimentos, veio a suspeita de envolvimento no caso.

O que um deles falou nos levou a acreditar que pode haver participação no desaparecimento. Mas a investigação ainda está em fase inicial.

Ainda de acordo com Bruno, mais detalhes sobre o caso não serão divulgados pela polícia, por enquanto, para as investigações não serem comprometidas. O nome dos presos não foi divulgado pela Polícia Civil.

O CASO

Última publicação no Facebook de Acir foi feita na noite de terça feira (11) (Imagem: Reprodução/Facebook)

Apesar de estar desaparecido há 13 dias, o caso envolvendo Acir só ganhou repercussão nesta semana, após a Prefeitura de Turvo divulgar seu sumiço no Facebook. Acir é conhecido no município vizinho a Guarapuava por ter trabalhado por anos no paço municipal.

Antes do incêndio da caminhonete do guarapuavano nessa quarta (12), o caso chamava a atenção por outro motivo: desde o seu desaparecimento, postagens, muitas delas com montagens de Acir, estavam sendo publicadas em seu Facebook pessoal. Ao Portal RSN, um familiar que pediu para não ter o nome revelado disse que a suspeita é que outra pessoa esteja fazendo as publicações.

Relacionadas

Pérola do Oeste divulga linhas Interbairros aos domingos e feriados

COVID-19

Prefeito volta a decretar alerta epidemiológico em Guarapuava

NOVO CAGED

Guarapuava tem saldo de empregos positivo pelo 5º mês consecutivo

Comentários