‘Ecossistema de Inovação’ é tema de palestra em Guarapuava

Tema será debatido nesta terça (22) na Faculdade Guairacá

Thomás Capiotti (Foto: Divulgação)

Vem aí o evento que vai marcar a criação do ecossistema de inovação de Guarapuava. Nesta terça feira (22), às 19h, tem palestra ‘Ecossistemas de Inovação’, na Sala Interativa da Faculdade Guairacá.

De acordo com o palestrante Thomás Capiotti, o mundo está mudando. “A era da Indústria Criativa e da Nova Economia chegou. As pessoas consomem tecnologia de maneira diferente. Você consegue fazer o desafio #10YearsChallenge e se lembrar de como vivia sem Uber, Instagram e Whatsapp em 2009?”.

Para que você saiba o que está acontecendo, a palestra traz o que há de mais atual nos ecossistemas de inovação do Vale do Sílicio, Israel e América Latina fazendo um contraste com o Brasil e evidenciando o caminho para se criar um ecossistema de inovação sustentável. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas neste site.

SOBRE O PALESTRANTE

Thomás é diretor da AGS, principal instituição de fomento à inovação do Rio Grande do Sul, professor de MBA, sócio de um fundo de investimentos e empreendedor digital. Foi vencedor do Startup Brasil, Seed e Startup Chile entre as mais de 4000 startups inscritas. Nos últimos sete anos imergiu no universo da inovação especializando-se criar modelos de negócios inovadores, soluções disruptivas e viabilização de investimentos.

Recebeu voto de louvor da Câmara Municipal de Vereadores pelo reconhecimento do seu trabalho, foi considerado um dos três melhores mentores de negócio do Brasil pelo Startup Awards, premiação que ocorre durante a Conferência Anual de Startups (CASE) em São Paulo. Participou da concepção de diversos programas de incentivo à startups, é especialista em desenvolvimento de ecossistemas de inovação.

Relacionadas

DE 'DAR ÁGUA NA BOCA'

Como já é tradição, hoje (26) tem pastel da Catedral em Guarapuava

NOVA 'EXPLOSÃO'

'Explosão da covid-19': Guarapuava confirma 110 casos e a 30ª morte

NÃO ACABOU

5ª Regional perde posto de menor índice de contaminação do PR

Comentários