Estudantes lutam pela reativação da UGES

Guarapuava – Estudantes da rede estadual de ensino estão se mobilizando para reestruturar a União Guarapuavana dos Estudantes Secundaristas (UGES), extinta na ditadura militar. Para isso, o movimento chamado “A UGES somos nós, nossa força, a nossa voz” foi criado, e a comissão Pró-Uges organizou uma assembleia na última quarta-feira (1º), no Colégio Estadual Francisco Carneiro Martins, reunindo grêmios estudantis de Guarapuava.
“Queremos repassar a toda sociedade nossas aspirações e luta da nossa classe, que refletem direta ou indiretamente na nossa conjuntura municipal, estadual e nacional. Estamos lutando pelo passe livre estudantil e ficamos decepcionados ao ver o representante municipal, eleito por nós, cidadãos, não apoiar o crescimento pessoal de crianças e jovens. O prefeito desautorizou seu vice e voltou atrás de deliberações por ele tomadas, uma vergonha para uma cidade como a nossa, pólo educacional”, aponta o estudante Dionathan Luiz Ianuch, Diretor Regional da UPES e presidente da comissão Pró-Uges.
Segundo ele, os estudantes estão vendo a necessidade de sair para as ruas se manifestar, como fazia a antiga entidade. “Precisamos ter uma voz mais ativa, e como pelo passe livre estudantil, também temos que lutar em prol da condição política da cidade, construção de uma nova escola, formação de grêmios autônomos em todos os colégios”, diz.
No dia 1º de agosto uma nova reunião será feita com a participação do Conselho Municipal de Entidades de Base (COMEB), entidade que deve convocar a UGES.

Relacionadas

VACINAÇÃO

5ª Regional de Saúde terá 5.920 doses de vacina para 20 municípios

INÍCIO DE MANDADO

Primeira sessão ordinária da Câmara ainda não tem dia definido

MILITARIZAÇÃO

Deputados aprovam alterações no programa Colégios Cívico-Militares

Comentários