Fanfarra de Guarapuava pede apoio para participação em concurso Sul-Brasileiro

No dia 16 deste mês, equipe do Manoel Ribas representará o Paraná em evento no Rio Grande do Sul. Grupo, entretanto, precisa de ajuda financeira

Quem passou pelos sinaleiros da Manoel Ribas nos últimos dias, em Guarapuava, deve ter percebido a presença de integrantes da fanfarra que leva o mesmo nome de uma das principais avenidas da cidade. É que a equipe está fazendo uma campanha de arrecadação para participar do 1º Concurso Sul-Brasileiro de Bandas Marciais e Fanfarras do Litoral Norte, que será realizado entre os dias 16 e 18 de novembro, em Capão da Canoa, no Rio Grande do Sul. Na viagem, a equipe terá cerca de R$ 10 mil em gastos, considerando inscrição, deslocamento e alimentação.

(Foto: Divulgação)

“Nós não temos como bancar essa viagem sozinhos, por isso estamos pedindo o apoio da população”, explicou Bianca Ramos Schoemberger, líder da ala do prato da fanfarra.

Atualmente, a fanfarra possui com 50 integrantes, sem contar o maestro, Raphael Mayer. A campanha de arrecadação começou em setembro deste ano, quando eles participaram – e venceram – o Concurso Paranaense de Bandas e Fanfarras. Foi este título que deu a equipe guarapuavana a chance de participação do Sul-Brasileiro representando o Paraná.

Raphael e integrantes da fanfarra, no Concurso Paranaense, realizado em Ivaiporã (Foto: Divulgação)

“Nós estamos fazendo essa campanha desde quando começamos a nos organizar para competir no paranaense. Como ganhamos, continuamos fazendo a campanha para conseguirmos apoio, também, nesse novo desafio”, disse Gabriel Batista Almeida, líder da ala de surdo da fanfarra.

A ‘Fanfarra do Maneco’, como também é conhecida, possui cinco títulos de destaque. E eles esperam que as conquistas ajudem a sensibilizar empresas e pessoas do município que puderem ajudar.

Durante as idas aos sinaleiros, participantes mostram também o talento da fanfarra (Foto: Divulgação)

“Nós vamos representar Guarapuava e o Paraná nesse concurso, mas sem apoio é impossível. Nas ruas, muitas pessoas estão se sensibilizando. Estamos indo nos sinaleiros quase todos os dias porque nosso tempo é curto”, disse Bianca.

Quem quiser ajudar, pode entrar em contato com a fanfarra através da direção do Colégio Estadual Manoel Ribas, pelo telefone (42) 3623-3742.

Relacionadas

PROGRAME-SE

'Trenzinho da Luz' oferece passeio gratuito pela 'Cidade dos Lagos'

MORADIA

Famílias recebem casa própria em Santa Maria do Oeste

CANDÓI

Manifestação pede que lei contra maus tratos de animais seja cumprida

Comentários