Federal e Departamento Penitenciário prendem “pombo correio” do PCC e Comando Vermelho

Cascavel – Agentes Penitenciários Federais da Penitenciária de Catanduvas e Policiais Federais da Delegacia de Cascavel, em operação conjunta, realizaram na tarde de ontem (23) a prisão em flagrante de advogada que, extrapolando as suas funções, passava recados entre facções criminosas para presos custodiados na Penitenciária Federal de Catanduvas.
A advogada utilizou carta manuscrita que foi mostrada para o interno, um dos chefes de Organização Criminosa do Rio de Janeiro, preso na Penitenciária de Catanduvas, com informações criminosas de outra facção e foi flagrada pelo sistema de monitoramento existente naquele estabelecimento prisional, por meio de ordem judicial que autorizava a diligência.
O preso e a advogada foram autuados em flagrante pelos artigos 37 da Nova Lei de Tóxicos e formação de quadrilha (Artigo 288, do Código Penal), com penas que somadas ultrapassam os dez anos de reclusão.
A Penitenciária de Catanduvas faz parte do Sistema Penitenciário Federal, criado no âmbito do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça.

Relacionadas

DESAPARECIDA

Adolescente de 14 anos está desaparecida em Candói

PRESOS APÓS FUGA

Duas pessoas são presas depois de ameaçarem família com arma

RESISTINDO A PRISÃO

PM prende homem embriagado e 'drogado' por disparos em Pinhão

Comentários