Freira que estava próxima a Zilda Arns conta como foi acidente

Rosângela Altoé, da Congregação Imaculada Conceição, contou nesta sexta-feira (15) que estava a 3 metros da doutora Zilda Arns quando ocorreu o terremoto no Haiti. Zilda e cerca de 20 pessoas estavam se preparando para sair do edifício quando ocorreu o terremoto. O corpo da médica está sendo velado no Palácio das Araucárias, sede do Governo do Paraná.

Segundo Rosângela, a fundadora da Pastoral da Criança ia descer uma escada quando foi derrubada pelo tremor de terra. Elas estavam no terceiro andar do prédio. “Aconteceu um estrondo, como se fosse uma bomba, e ela caiu. Na parte em que eu estava a laje cedeu e eu fui deslizando”, contou.

A freira descreve que conseguiu pular sobre as paredes desmoronadas. De acordo com ela, do barulho forte até a igreja ruir passaram-se menos de 30 segundos e todo o processo de desabamento deve ter durado de 5 a 7 minutos.

Zilda Arns estava junto a um padre missionário, que sobreviveu. “Ela deu um passo em direção à escada, ele para o outro lado”, afirmou Rosângela. A freira disse que, após Zilda ter caído, ela não a viu mais e acredita que ela tenha sido atingida pelos destroços do teto que desabou.

A médica tinha terminado uma palestra para missionários, religiosos e padres e estava muito alegre, segundo conta a freira. “Ela ficou bastante tempo respondendo a todas as perguntas, porque vimos que eles estavam com muita sede de aprender. A alegria dela era muito grande”, disse.

O corpo de Zilda Arns foi resgatado pelo Corpo de Paz do exército brasileiro, após o padre que estava junto com ela ter informado o local exato do acidente. A esposa do embaixador brasileiro, que estava em Porto Príncipe, foi quem acionou as forças.

Zilda Arns Neumann, médica pediatra e fundadora da Pastoral da
Criança, morreu aos 75 anos vítima do terremoto que atingiu o Haiti na
terça-feira (12). Ela estava na capital, Porto Príncipe, onde fazia
palestra sobre o trabalho da Pastoral da Criança.

No sábado (16), Dom Geraldo Majela Agnello, irá celebrar uma missa de
corpo presente, com participação restrita a familiares. A cerimônia
começará às 14h e será transmitida ao vivo pela TV Paraná Educativa.
O corpo de Zilda Arns será enterrado no Cemitério Municipal da Água
Verde – a cerimônia também será restrita aos familiares

Fonte: AEN

Relacionadas

TRAGÉDIA

Incêndio atinge instituto na Índia que fabrica vacina de Oxford

SOLIDARIEDADE

Bebê precisa de medicamento que custa R$ 12 milhões

ALERTA

Procon alerta sobre perigo de kit 'fake' de vacina contra a covid-19

Comentários