‘Future Day’ marca a conexão de Guarapuava com o futuro

Lançamento de Centro de Inovação e palestra com empresário do Vale do Silício serão nesta terça (9)

(Imagem: Divulgação)

Esta terça feira (9) será um marco na história de Guarapuava com o ‘Future Day’, quando será lançado o Centro de Desenvolvimento e Conexão, que vai conectar todo o ecossistema de inovação de Guarapuava e Região. O centro fará a conexão com universidades, estudantes, pesquisadores, empresas e investidores, para o desenvolvimento de projetos que possam ampliar e diversificar a matriz econômica do município.

De acordo com a secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico de Guarapuava, esse é um momento único na história do município, já que a concepção do Centro Tecnológico envolveu desde o início, a iniciativa privada e o poder público, além de instituições de ensino. Em 2016, o prefeito Cesar Silvestri Filho, o empresário Odacir Antonelli e o Sebrae conheceram as referências do case de sucesso de Florianópolis em Santa Catarina, como Polo de Desenvolvimento Tecnológico, a partir dos diversos espaços de inovação instalados na região.

Com a visita ao ambiente de referência para a inovação e evolução do setor tecnológico naquele estado, resolveram que Guarapuava precisava de um Centro Tecnológico – porta de entrada para a implantação futura de um Parque Tecnológico, que servirá para diversificar a matriz econômica de Guarapuava.

(Imagem: Divulgação)

Segundo a secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico de Guarapuava, a partir de uma parceria com a Fundação Certi de Florianópolis, maior especialista em Parques Tecnológicos do Brasil, foi elaborado um estudo com todo o sistema de inovação local. Deste trabalho surgiu o Delta Opportunity, um diagnóstico que destacou entre outras características, a vocação de Guarapuava para o desenvolvimento de Agrotech (Agrotecnologia).

O objetivo é desenvolver tecnologia agrícola no município por meio do Centro de Inovação, e gerar novas start ups, produtos e empreendimentos. Em fevereiro deste ano, em uma viagem técnica ao Vale do Silício nos Estados Unidos, o prefeito de Guarapuava Cesar Silvestri Filho, governador Ratinho Júnior, empresário Odacir Antonelli e secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Sandro Abdanur buscaram soluções tecnológicas de Agrotech – inovações que vão desde o cultivo à logística de distribuição para o agronegócio que podem ser aplicadas no Paraná. Cesar Filho destacou que o ecossistema de inovação nos Estados Unidos é muito objetivo.

“O grande capital é o conhecimento. Com certeza levaremos soluções de alto impacto social para Guarapuava, pois estamos estabelecendo relacionamentos e parcerias que vão agregar nas nossas iniciativas, como a construção do Centro de Inovação Tecnológica na Cidade dos Lagos”.

Durante a visita, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior assinou um termo de cooperação entre o Governo do Paraná, a Universidade de Stanford e o Lemann Center for Entrepreneurship and Educational Innovation in Brazil. O objeto do acordo, firmado durante a visita do governador ao Vale do Silício, na Califórnia (EUA), foi o desenvolvimento de um programa para a prospecção e análise de informações e dados para tomadas de decisão em políticas públicas.

(Imagem: Divulgação)

Desta forma, o Centro de Inovação Tecnológica na Cidade dos Lagos, se propõe a conectar todo o ecossistema em torno de um propósito, que é impulsionar, inovar e desenvolver o setor tecnológico no município de Guarapuava. No ‘Future Day’ ocorrerá também uma palestra com Fábio Teixeira, da Hypercubes, empresa responsável por um satélite autônomo capaz de monitorar com precisão o solo e que está incubada no Vale do Silício, na Califórnia nos Estados Unidos.

“Montamos uma empresa que produz uma constelação de nanosatellites com machine learning que podem analisar a composição química do material de solo”.

A nova tecnologia pode revolucionar vários setores da economia. Um dos principais é a produção de alimentos.

“Isso permite a gente olhar para uma plantação e determinar nível de fertilidade do solo, stress, espécies invasoras, doenças e até os nutrientes que estão presentes nas flores das plantas”.

A empresa é mais um passo de Fábio Teixeira, que passou pela Singularity University – instituição de ensino que fica no campus da Nasa no Vale do Silício – e pela International Space University (ISU), instituto voltado para a tecnologia aeroespacial.

Para se inscrever, clique aqui.

SERVIÇO

‘Future Day’
Terça feira, 9 de abril às 8h30
Estacionamento Shopping Cidade dos Lagos
Gratuito

Relacionadas

TIRA-DÚVIDAS

TSE lança aplicativo para tirar dúvidas no WhatsApp nas eleições 2020

ELAS SÃO MAIORIA

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar nestas eleições

INSCRIÇÕES ABERTAS

Aberto o credenciamento para atuação na área esportiva no Litoral do PR

Comentários