Governo altera programa de incentivos para apoiar empresas paranaenses

A principal modificação prorroga o prazo para que empresas que atuam exclusivamente no e-commerce possam pleitear o benefício de crédito presumido

O benefício, que venceria em dezembro de 2020, foi estendido até dezembro de 2022 (Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

Em tempos de dificuldades para o comércio em função da pandemia da Covid-19, o Governo do Estado promoveu alterações no programa de incentivos fiscais para garantir maior competitividade a empresas paranaenses.

De acordo com a Agência Estadual de Notícias do Paraná, a principal modificação prorroga o prazo para que empresas que atuam exclusivamente no e-commerce possam pleitear o benefício de crédito presumido. Tal atividade, reduzirá a carga efetiva para 2% nas vendas interestaduais efetuadas nesta modalidade.

O benefício, que venceria em dezembro de 2020, foi estendido até dezembro de 2022. Além disso, reduz o valor do investimento para que as empresas possam se enquadrar no programa. Agora, o investimento será de, no mínimo, R$ 360 mil. Anteriormente, como não havia um limite específico, exigia-se o que era aplicado no Programa Paraná Competitivo para as indústrias, que era de R$ 3,6 milhões.

PEDIDOS 

O decreto número 4.474 atende ainda a pedidos do setor importador de criação de tratamento tributário diferenciado para as empresas que operem pelos portos e aeroportos paranaenses – crédito presumido nas operações de saídas dos produtos.

O secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior, explicou que a medida aproxima a tributação do setor à adotada por Estados que praticam políticas tributárias agressivas. Além disso, ele afirma que a mudança melhora as condições de competitividade da empresa paranaense. “A mudança vem se somar à logística privilegiada, fortalecendo o setor fortemente”.

Por fim, o decreto também torna mais claro o que é considerado investimento, para fins do Programa Paraná Competitivo. Destacando e privilegiando os valores aplicados em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) no território paranaense.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

SONHO REALIZADO

Governo regulamenta terras de pequenos produtores em Candói

SOLIDARIEDADE

Cantor católico faz live beneficente no sábado (18) em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com