Guairacá embarca esta semana para missão em Tocantins

Curitiba – Oito integrantes da Faculdade Guairacá embarcam esta semana com destino a cidade de Nova Olinda interior de Tocantins. A equipe estará realizando diversas ações através do Projeto Rondon / Operação Centro Nordeste 2010. No municipio, a instituição em parceria com a UFJF / MG, desenvolverá atividades que envolverão toda comunidade , de 22 de janeiro a 08 de fevereiro. São palestras, oficinas, mini-cursos, teatros, além de atividades extras envolvendo lazer, esporte, mutirões ambientais, visitas em assentamentos e artesanato. Os extensionistas também irão realizar diversas abordagens noturnas nas casas de prostituição, bares e na rodovia, visando fornecer orientações sobre drogas, DST AIDS.Os integrantes permanecem primeiramente no 20 Batalhão de Infantaria Blindada / Curitiba e depois embarcam em avião fretado para uma unidade militar em Palmas TO onde receberão diversas instruções antes de rumar ao municipio de ação.
O maior desafio aos universitários será a falta de água potável, as doenças endêmicas, calor intenso, e diversos conflitos armados nos oito assentamentos do interior, para tanto, haverá a presença constante de um militar no local.
A cidade de Nova Olinda á 300 km de Palmas / TO, tem 11 mil habitantes, possui um índice considerável de prostituição infantil e trabalho escravo. Segundo o professor Alexandre Sousa, “ A região situa-se muito próxima ao rio Araguaia, e ficou famosa nos anos 70 como palco de movimentos de guerrilha”. O professor informou que as equipes ficarão hospedadas em uma creche de um único banheiro que deverá ser dividido entre os 17 componentes das equipes de Minas e Paraná, revezando também atividades de limpeza, lavagem de roupas e preparo da alimentação diária. As equipes esperam capacitar mais de 500 pessoas em temas diversos como saúde, educação, sexualidade, cultura, cidadania, direitos humanos e meio ambiente. Os cursos serão voltados principalmente para agentes comunitários, professores, lideranças e funcionários públicos. Porém haverão atividades para terceira idade, crianças e adolescentes, além de abordagens especiais para profissionais do sexo e caminhoneiros.
A Guairacá estará representada pelos professores Iria Marjori Reisdorfer e Alexandre Fernando de Sousa e pelos acadêmicos Edson Luis Nunes , Marcos Aurélio de Lima, Maisa P. Marcondes, Diogo C. Rochemback, Terezinha Adriana D.Custodio e Ligia Maria C. Spyra. Desde novembro, a equipe vem preparando cada detalhe para esta grande operação que envolverá um total de 1000 pessoas entre academicos, professores e militares.
Criado em 1966, o Projeto Rondon é o maior projeto de extensão universitária do Brasil . É articulado pelo Ministério da Defesa em parceria com a Cia Vale do Rio Doce, Petrobras, Sesi e Caixa Seguros.

Relacionadas

ÚLTIMA OPORTUNIDADE

Termina hoje (22) as inscrições para o Encceja 2020

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

'Cidade dos Lagos' sedia curso de engenharia biomédica e Campo Tech Park

VAMOS ESTUDAR?

Unicentro abre inscrições para pós-graduação em Letras

Comentários