Guarapuava é a 2ª cidade do Paraná a contar com a Patrulha Maria da Penha, em parceria com a PM

Efetivo vai atender mulheres com medidas protetivas, no terceiro planalto

*Matéria atualizada às 19h10 para atualização de informação.

A entrega de uma viatura exclusiva para o atendimento de mulheres em situação de violência, em Guarapuava, consolidou o início da aplicação da Patrulha Maria da Penha no terceiro planalto. A partir de agora, as guarapuavanas que já realizaram a denúncia e possuem medidas protetivas terão mais uma ferramenta de segurança e orientação. Isso porque, o veículo possibilitará o trabalho exclusivo de dois policiais, um homem e uma mulher, na atuação diária junto à Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher.

(Foto: Nádia Moccelin/RSN)

Na manhã desta quarta feira (29), a entrega oficial da veículo foi realizada pelo Secretário de Estado da Comunicação Social, Alexandre Teixeira, que representou a governadora Cida Borghetti. A partir da parceria, Guarapuava torna-se a segunda cidade do Paraná a contar com o serviço de patrulhamento comandado pela Polícia Militar. A primeira foi Colombo, na região Metropolitana de Curitiba. Em outros municípios do Estado, o serviço é atendido pela Guarda Municipal. Para a secretária de Políticas Públicas de Guarapuava, Priscila Schran, a implantação consolida os serviços de atendimentos em uma rede cada vez mais completa.

Isso mostra que a questão da violência contra a mulher tem que ser atendida nos vários aspectos e que não é um crime de menor potencial ofensivo. Esse é o primeiro passo da ampliação do monitoramento das medidas protetivas para que depois possamos ter o serviço 24 horas. Junto com a patrulha, vem um projeto de restauração dos policias para aperfeiçoar o atendimento para mulheres em situação de violência também atendidos pelo 190.

De acordo com o tenente coronel comandante do 16º Batalhão de Polícia Militar de Guarapuava, Mário Jorge Alves Lopes, esse aperfeiçoamento já está sendo delimitado pela PM da cidade.

“Os focos de atuação pontual serão identificados por essa equipe, no que diz respeito as medidas protetivas. Futuramente todos os policiais passarão por uma capacitação para terem a condição e darem atendimento e orientações a todas as situações que envolvem a criminalidade contra a mulher”, declarou.

Em Guarapuava, os policiais atuarão de segunda a sexta feira, no horário de atendimento da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, das 8h às 18h. De acordo com a comandante geral da Polícia Militar do Estado, Audilene Rosa de Paula Dias Rocha, que participou da solenidade de entrega do veículo na Prefeitura, a implantação da Patrulha Maria da Penha mostrará a eficiência de um projeto em conjunto, que poderá, ainda, ser expandido no Paraná.

“O trabalho será desempenhado pelo Maria da Penha, junto com o Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAM). Isso é importante para verificar as medidas protetivas de urgência, se elas estão sendo respeitadas. É mais um canal para quando elas se sentirem ameaçadas e quando precisarem de orientações. Na medida em que houver solicitação de novos municípios e estrutura para o procedimento, pode haver expansão”, conta.

(Foto: Secom)

Para o prefeito Cesar Silvestri Filho, a Patrulha mostra mais uma ação do enfrentamento de Guarapuava à violência contra a mulher e que políticas públicas estão atuando diariamente nesta causa.

“Guarapuava está atuante no trabalho de enfrentamento a violência contra a mulher, porque temos aqui uma rede amplamente consolidada e articulada. Fortalecemos nosso tripé de acolhimento, proteção e emancipação das mulheres guarapuavanas com diversas ações e, agora, com a Patrulha Maria da Penha, em mais um avanço para nossa cidade”, declarou.

Também participaram do evento o comandante do 4º Comando Regional da Policia Militar, coronel Valdir Tedeschi, o vereador Márcio Carneiro representando a Câmara de Vereadores, ex-secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Eva Schran de Lima, Reitor da Unicentro, Aldo Bona, a delegada da Mulher de Guarapuava, Ana Carolina Hass, juízes, promotores, secretários municipais, equipe da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, policiais militares e representantes de diversos segmentos.

Relacionadas

VACINA É IMPORTANTE

Saúde estima que 10.307 crianças devem ser vacinadas em Guarapuava

NOVOS CASOS

Guarapuava tem 10 novos casos confirmados de covid-19 em 24h

CELEBRAÇÃO RELIGIOSA

Tradicional celebração católica 'Tríduo dos Anjos' ocorre em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com