‘Homem Real’ aborda o engajamento masculino pelo fim da violência contra a mulher

Palestra ocorre nesta quinta (8), às 19h, na Campo Real. Inciativa é fruto de campanha desenvolvida por acadêmicos de Publicidade e Propaganda

Com o intuito de engajar os homens na luta pelo fim da violência contra as mulheres, as acadêmicas Rafaela Hyczy, Jani Massmann, Flávia Gelinski e Ana Carolina Siqueira do Curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Campo Real estão desenvolvendo a campanha Homem Real.De acordo com uma das integrantes do grupo, Rafaela Hyczy, a temática destina-se a agregar os homens nas discussões sobre tal problema social.

“Todas as nossas ações de comunicação são voltadas para o público masculino. Por que? O que normalmente encontramos em redes sociais, materiais impressos, campanhas de um modo geral, a campanha é sempre voltada para o público feminino, sempre informando a mulher sobre como denunciar, como identificar que está vivendo um relacionamento abusivo, por exemplo, sempre pontuando questões do lado da vítima. São as mulheres que normalmente se mostram engajadas com esta causa. Somos nós por nós. E nos perguntamos: onde estão os homens? Em casos de violência contra a mulher onde o homem é o causador da violência, onde estão os demais homens para ajudar a combater os atos de violência?”.

Para mapear os hábitos de consumo e informação, identificar quais os melhores métodos para bordar essa temática com o público masculino e delinear meios eficazes de atingir os homens sobre a causa, o grupo realizou uma pesquisa dentro do ambiente universitário, recorte com o qual a campanha trabalha.

“O Centro Universitário possui quase quatro mil alunos no total, destes quase dois mil são homens e 316 deles seriam a nossa mostra. Fizemos uma pesquisa, captando 21 alunos de cada curso, totalizando 285 entrevistas e percebemos que eles não conhecem alguns tipos de violência ou eles não consideram violência algumas atitudes que na verdade são. Com base nessas informações do questionário, nós programamos nossas ações no Facebook e em cartazes espalhados pela Campo Real”, explicou Rafaela.

Para encerrar as ações da campanha, nesta quinta (8), às 19h, no mini auditório da Campo Real, as estudantes organizam uma palestra com o professor Marcos Bonetti. O objetivo, segundo as idealizadoras da campanha, é aproximar os estudantes de questões levantadas por eles durante as entrevistas, debatendo pontos que os aproximem e mostrem sua importância no combate a luta pelo fim da violência contra a mulher.

“Nós escolhemos esse professor porque, em primeiro lugar, ele já é conhecido e admirado no ambiente universitário, então ele empodera a causa neste sentido e traz o público que nós queremos atrair. E por que um homem para falar da violência contra a mulher? Porque é isso que a gente quer. Queremos que os homens comecem a falar sobre isso. Não do ponto de vista feminino. O Bonetti não foi convidado para falar sobre o que é o feminismo, por exemplo. Ele vai trazer um ponto de vista masculino mesmo desta causa, trazendo uma visão histórica e sociológica da causa, discutindo sobre como os homens podem ajudar a combater a violência contra a mulher”, avaliou.

Abaixo, confira um dos materiais produzidos pelo grupo:

Relacionadas

EXPLOSÃO COVID-19

Em 24h, Guarapuava registra 71 novos casos de covid-19

PEDIDO

Súmula de requerimento de licença de instalação

SÚMULA

Súmula de recebimento de licença prévia

Comentários