Indústria inova e produz lã de rocha e lã de vidro em Guarapuava

Produção é a partir da rocha basáltica, matéria-prima abundante na Região e permite fazer a primeira indústria desse tipo de material no Sul do Brasil

Indústria inova e produz lã de rocha e lã de vidro em Guarapuava (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

Em meio a um contexto de pandemia, onde ocorre a desaceleração do crescimento econômico, Guarapuava ganha nova indústria com geração de novos empregos.

Localizada no Jardim Aeroporto, a Indústria Gesla Fibras entra em funcionamento gerando, aproximadamente, 50 novos postos de trabalho nesta primeira fase.
De acordo com o prefeito Cesar Silvestri Filho (Podemos), a instalação da Gesla em Guarapuava traz para o meio industrial algo diferente.  “É uma empresa que trabalha com a fabricação de lã de rocha e lã de vidro feitos, principalmente, a partir da rocha basáltica. Essa matéria é abundante na nossa região e nos permite fazer a primeira indústria desse tipo de material no Sul do Brasil”.

Conforme o empresário Edimar Gelinski, o processo de fabricação de isolamento térmico e acústico em lã de rocha consiste na extração de basalto na pedreira. E de fusão desse material dentro da unidade industrial.

“Aqui dentro fazemos o processo de fusão a mais ou menos 1560°/1570°, seguido da aceleração do líquido fundido, com extração da fila. No fim desse processo, está pronta a lã de rocha que vemos, mais seguidamente, em geladeiras, fogões ou na construção civil, já que é um material de isolamento térmico acústico”.

TERCEIRO TURNO

De acordo com os proprietários , a expectativa é que, nos próximos 30 dias, já seja aberto o terceiro turno, ultrapassando a contratação de 50 colaboradores diretos.

“Isso mostra que Guarapuava não está parada, que trabalhamos para continuar fazendo nossa cidade crescer e se desenvolver, seja na infraestrutura urbana, seja nos serviços e também na indústria”, acrescentou Cesar Filho.

“Mesmo em um momento delicado, podemos celebrar a geração de novos empregos com empresários que apostam e acreditam em Guarapuava”, completou o vice-prefeito, Itacir Vezzaro.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CONSTRUÇÃO CIVIL

Construção civil apresenta inflação de 1,69% em outubro, diz FGV

GUARAPUAVA

Restaurantes e setor de eventos podem pedir remissão da taxa de alvará

RETORNO

Guarapuava terá mais de R$ 5 bi com a redistribuição do ISSQN

Comentários