Inadimplência cai e fecha abril em 3%

Guarapuava – A taxa de inadimplência recuou em abril para 3%, segundo o SCPC (Sistema Central de Proteção ao Crédito). Em março, o índice observado havia sido 4,2%. Em abril o SCPC registrou 1.652 inclusões e 1.040 exclusões. O total de consultas foi 20.329.
A queda da inadimplência em abril é explicada pela dispersão dos reflexos das compras de fim de ano, que se concentraram nos três meses anteriores. “As compras são para pagamento em final de janeiro e fevereiro e reflete em março, quando a inadimplência tem um pouquinho de aumento”, afirmou o presidente do SCPC, José Divonsil da Silva.
Silva disse também que as empresas permanecem cautelosas na concessão de crédito, mas ele enfatizou que a crise afetou menos a taxa de inadimplência do comércio que de outros setores.
Passados mais de oito meses desde o estouro da crise, a economia da sinais de estabilização, afirmou Silva. Mas ainda sim persiste o rigor de muitas empresas na venda a prazo. “As empresas estão cautelosas porque não é fácil formar capital de giro. Se tiver inadimplência acentuada compromete”.
Entretanto, é justamente neste contexto que aumenta ainda mais a importância do SCPC, enfatizou Silva. Isso porque o sistema está interligado à Renic (Rede Nacional de Informações Comerciais), um banco de dados com mais 150 milhões de registros de inadimplentes de todo o país. (Da assessoria)

Relacionadas

FISCALIZAÇÃO

Força-Tarefa reforça combate à pesca predatória e desmatamento no PR

CAMPEONATO PARANAENSE

Datas para o Campeonato Paranaense já estão definidas

ORIENTAÇÕES

IAT orienta população sobre entrada nos parques estaduais

Comentários