Ipea divulga em SP estudo sobre a evolução da pobreza no Brasil e no mundo

Guarapuava – O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), por meio do Comunicado n° 38 Retratos dos brasileiros em quatro décadas: a pobreza e o seu perfil, analisa a trajetória da pobreza no País e nas diferentes regiões do mundo. O estudo, que será divulgado pelo presidente do Ipea, Marcio Pochmann, nesta terça-feira, 12 de janeiro, às 11h, na Caixa Econômica Federal (Praça da Sé, nº 111, 5º Andar, auditório), traz ainda a evolução da pobreza extrema no Brasil, durante quatro décadas, entre as grandes regiões, os espaços rural e urbano, em relação à raça, à idade e à escolaridade.
A publicação mostra, por exemplo, quais são as regiões brasileiras que mais evoluíram no combate à pobreza desde a década de 1970 e os motivos principais da melhoria. É possível comparar, ainda, a parcela pobre nas populações branca, amarela, indígena, parda e preta.
Apesar da queda em termos absolutos da pobreza no mundo, em várias regiões houve elevação na quantidade de extremamente pobres, como o Sul da Ásia e a África Subsaariana. As maiores reduções ocorreram na Ásia, com importância fundamental da China.
As principais fontes utilizadas foram as Nações Unidas (Banco Mundial e World Income Inequality Database – WIID), a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE) e os ministérios do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sigplan) e da Fazenda (Siafi).

Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
www.ipea.gov.br

Relacionadas

VAI COMEÇAR

Câmara marca início do período ordinário para 3 de fevereiro

NOVO PRESIDENTE

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos

VACINAÇÃO

5ª Regional de Saúde terá 5.920 doses de vacina para 20 municípios

Comentários