Itaipu em 2019 sustentaria o Brasil inteiro durante um dia e seis horas

Itaipu teve produtividade recorde, com 1,0794MWmed/m³/s. Esse indicador estabelece a relação entre a quantidade de energia gerada com a vazão turbinada

Em 2018, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil (Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

Em um ano hidrológico difícil, com poucas chuvas, a Usina de Itaipu,  produziu em 2019 um total de 79.444.510 megawatts-hora (MWh). Assim, essa energia seria suficiente para abastecer o mundo por um dia e seis horas. Além disso, o Brasil, por dois meses e um dia. E ainda, o Paraguai, por cinco anos, sete meses e cinco dias.

De acordo com a assessoria de imprensa da usina, mesmo com a estiagem, a usina conseguiu uma produtividade recorde, com 1,0794MWmed/m³/s. Esse indicador estabelece a relação entre a quantidade de energia gerada com a vazão turbinada (o volume de água que passou pelas unidades geradoras, medido em metros cúbicos por segundo).

Além disso, afirmou que este foi o melhor resultado em 35 anos de operação da usina. Outro indicador importante é o Fator de Disponibilidade de Unidades Geradoras (FDO), que indica o percentual de tempo em que as unidades geradoras estavam prontas para atender as demandas dos sistemas elétricos do Brasil e do Paraguai. Assim, em 2019, esse índice foi de 97,55% – novo recorde de disponibilidade de Itaipu, superando o recorde anterior que foi obtido em 2018.

“O aperfeiçoamento do trabalho binacional das nossas equipes nos tem permitido maior sinergia, colhendo resultados de produtividade e disponibilidade, como os verificados, o que tem maior valor ainda quando nos deparamos com um ano seco como 2019”, afirmou o diretor técnico de Itaipu, Celso Torino.

Por isso, para 2020, a expectativa é de mais chuva, mais produção e o incremento nos investimentos em projetos estruturantes na Região.

A ITAIPU

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,6 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh.

Em 2018, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

IMPACTO COVID

Covid-19: Governo prorroga programa de redução de salários e jornada

RETOMADA

Campanha 'Juntos pelo Cinema' ganha força nacionalmente

IMPACTO COVID

Prova de vida de aposentados e pensionistas é suspensa até setembro

Comentários