Juliano Borghetti é condenado na operação Quadro Negro

Juliano é ex-vereador em Curitiba e irmão da ex-governadora Cida Borghetti e foi condenado por tráfico de influência no âmbito da Quadro Negro

Juliano Borghetti é condenado na operação Quadro Negro (Foto: Fabio Campana)

O irmão da ex-governadora Cida Borghetti (PP), Juliano Borghetti foi condenado nessa segunda (1) por crime de tráfico de influência. Entretanto, ele foi liberado das denúncias de crimes por corrupção passiva e ativa, solicitados pelo Ministério Público na ação penal derivada da Operação Quadro Negro, deflagrada em 2015. Juliano foi vereador em Curitiba. Essa operação investiga desvios de cerca de R$ 20 milhões em obras de construção e reformas de escolas estaduais no Paraná.

De acordo com a sentença proferida pelo juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9ª Vara Criminal de Curitiba, da Justiça Estadual, Juliano foi condenado a três anos e seis meses de prisão sob o regime semiaberto. Porém, a defesa vai recorrer.

Considerado um dos maiores escândalos de corrupção da gestão do ex-governador Beto Richa, a ação tem outro réu no mesmo processo. Trata-se do empresário Eduardo Lopes de Souza, dono da Valor Construtora. Assim, ele também foi condenado pelo mesmo crime a um ano e 11 meses de prisão.

Entretanto, o empresário é réu em outros processos da Operação Quadro Negro e já ficou preso entre 15 de dezembro de 2015 e 17 de novembro de 2016. Porém, foi para prisão domiciliar após delação premiada.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DROGA

PRF apreende 331kg de maconha em carro com placas de Guarapuava

ABSURDO

Vereador é preso por venda de cirurgias bariátricas pelo SUS

PREVENÇÃO

Sesa divulga regras de prevenção à covid-19 durante o 'Finados'

Comentários