Laudo diz que deputado não usou drogas no dia do acidente

Guarapuava – O Instituto Médico Legal do Paraná descatrou a presença de anfetaminas ou de cocaína no sangue coletado do deputado Fernando Carli Filho na madrugada do acidente ocorrido em 7 de maio em Curitiba. Nenhum vestígio de droga foi encontrado.
O laudo do IML foi divulgado na noite de ontem, sexta-feira, dia 22.
O material examinado pelo IML foi coletado pelo Hospital Evangélico logo após o acidente. A Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) solicitou as amostras de sangue somente uma semana após a tragédia que deixou dois mortos.
Segundo a assessoria de imprensa do Hospital Evangélico, informações mais detalhadas serão divulgadas na segunda-feira, dia 25 de maio.
O exame de teor alcoólico, porém, confirmou que Carli Filho estava bêbado.

Relacionadas

PARALISAÇÃO

Volta às aulas mobiliza sindicato para greve também na Região

VACINA DA COVID-19

Aliel cobra explicações sobre quantidade de vacinas destinadas ao PR

NOVA MEDIDA

TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Comentários