Lei Maria da Penha nas escolas é sancionada em Guarapuava

O projeto Lei Maria da Penha nas escolas envolve os pais, a comunidade escolar e os alunos em oficinas pedagógicas durante quatro semanas

Cesar Silvestri Filho sanciona Lei Municipal 2982/2019 que institui a Lei Maria da Penha nas Escolas (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

O prefeito Cesar Silvestri Filho sancionou a Lei Municipal 2982/2019 que institui o Programa Educacional de prevenção à violência contra mulheres (Lei Maria da Penha nas Escolas).

“Esse projeto se transforma hoje em política pública porque todos precisamos entender que, para haver um mundo melhor, é necessário respeito entre os cidadãos. Não existem diferenças entre homens e mulheres e, ao compreender isso, conseguiremos uma Guarapuava sem violência contra às mulheres”, disse o prefeito.

O projeto Maria da Penha nas Escolas já é desenvolvido há um ano na cidade e é inspirado na Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha).

ETAPAS

O projeto é desenvolvido em três etapas. A primeira fase é um trabalho de formação com a equipe pedagógica das escolas. O objetivo é que elas identifiquem casos de violência e possam fazer o encaminhamento correto.

A segunda etapa é feita com os pais e responsáveis dos alunos, onde são promovidos círculos de justiça restaurativa. Por fim, a última etapa é com as crianças das escolas. Durante quatro semanas eles participam de oficinas em que são apresentados, de maneira lúdica, os conceitos de equidade de gênero, tipos de violência, emoções. Ao fim, as crianças produzem materiais educomunicativos.

Conforme a secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Priscila Schran, o projeto já atingiu diretamente mais de 500 pessoas, incluindo alunos, pais e colaboradores das escolas municipais.

“Nosso objetivo é que todos possam compreender que temos os mesmos direitos, independentemente se são meninos ou meninas. Não podemos e nem queremos limitar nenhuma escolha e nenhum sonho dessas crianças que são o futuro de Guarapuava”.

Nos próximos dias será assinado o termo de cooperação entre a prefeitura e as entidades parceiras, para que o projeto seja ampliado na rede Municipal de Ensino.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

RETOMADA

Reabertura das agências do INSS é adiada para 24 de agosto

BOLETIM COVID

Saúde confirma um novo caso de covid-19 neste domingo (9)

ECONOMIA

Fomento Paraná avança em projeto digital para microcrédito

Comentários