Lula lamenta morte de Zilda Arns

Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou nesta manhã a morte da coordenadora internacional da Pastoral da Criança, Zilda Arns, no terremoto do Haiti. A informação é do ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim.
“O presidente estava absolutamente chocado, lamentou muito. (Zilda) é uma pessoa de grande projeção no País”, afirmou Amorim, que se reuniu com o presidente e o ministro da Defesa, Nelson Jobim, para definir as providências que serão tomadas para socorrer brasileiros que estão no Haiti.
“Foi uma grande tragédia. Há vários tipos de preocupações, não apenas com a situação de brasileiros militares e civis mas também com a situação do povo haitiano”, disse Amorim.
O ministro Nelson Jobim embarcará até o meio-dia para Belém, de onde pretende seguir para Porto Príncipe. Ele confirmou a morte de quatro militares brasileiros. Um deles acompanhava Zilda Arns.
Jobim disse que pretende fazer uma vistoria em Porto Príncipe para ajudar o governo brasileiro a identificar o que é possível fazer para ajudar o país. Ele disse que a sede da ONU onde funcionava o comando civil das Forças de Paz foi destruída, assim como um hotel usado por oficiais brasileiros.

Por Leonencio Nossa – Agencia Estado
Comentários Notícias Relacionadas
11:35 Zilda cumpria agenda de palestras na América Central11:11 Governo brasileiro oferece US$ 10 mi em ajuda ao Haiti11:06 Zilda Arns está entre as vítimas do terremoto do Haiti11:04 Zilda Arns morre em terremoto no Haiti11:02 Parecer da FAB vai ajudar na barganha com França10:58 Terremoto que atingiu Haiti pode ter matado milhares

Relacionadas

INÍCIO DE MANDADO

Primeira sessão ordinária da Câmara ainda não tem dia definido

MILITARIZAÇÃO

Deputados aprovam alterações no programa Colégios Cívico-Militares

LUTO

Morre o ex-deputado Algaci Tulio, mais uma vítima da covid-19

Comentários