Lygia Pupatto fala sobre cooperações franco-brasileiras a jornalistas franceses

Curitiba – A secretária da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Lygia Pupatto, concedeu entrevista coletiva a jornalistas franceses, nesta sexta-feira (4), durante o 3.° Encontro da Cooperação Descentralizada Franco-Brasileira, em Lyon, na França. A secretária representa o governador Roberto Requião, no evento que pretende estreitar ainda mais as relações entre os dois países, no “Ano da França no Brasil”.
De acordo com Lygia, o Paraná e a região de Rhône-Alpes estão desenvolvendo cooperações em energias renováveis, água e desenvolvimento territorial sustentável. “As novas orientações dos acordos de cooperação vão permitir mobilidade acadêmica maior, mais ampla e mais efetiva, pois estamos de acordo em relação aos princípios de uma sociedade do conhecimento, baseada em um novo sentido para a pesquisa”, ressaltou Lygia.
Na tarde de quinta-feira (3), Lygia foi co-presidente da oficina “O desenvolvimento econômico local como fator de desenvolvimento sustentável”, ao lado do vice-presidente do Ensino Superior da região de Rhône-Alpes, Roger Fougères. Os temas foram desenvolvimento econômico, meio ambiente, solidariedade social e governança.
O programa de cooperação “Água, Energias e Sociedade – Paraná-Rhône-Alpes” também foi abordado no 3.° Encontro da Cooperação Descentralizada Franco-Brasileira. O programa pretende promover o estabelecimento de cooperações científicas e tecnológicas entre os participantes, tendo como perspectiva o desenvolvimento regional sustentável.
Dentro das diretrizes do programa, foi proposta a realização de seminário, com a participação de pesquisadores e empresários de ambos os países. O objetivo é definir atividades de pesquisa e desenvolvimento, por dois anos, nos campos das energias renováveis, gestão da água e dos meios aquáticos, sob a ótica da economia do conhecimento. No seminário, as experiências científicas e tecnológicas paranaenses em energia a partir da biomassa e rhonalpinas em energia solar e conforto térmico devem ser especialmente discutidas.

PARCERIAS – A secretária Lygia Pupatto está na França desde sábado (28), articulando parcerias no âmbito da ciência, da tecnologia e do ensino superior. Na quinta-feira (3), Lygia apresentou o programa Universidade Sem Fronteiras, maior ação de extensão universitária do País, que envolve 5,4 mil bolsistas e investimentos de R$ 45 milhões. Na quarta-feira (2), a secretária apresentou o Sistema Seti e os programas implementados no Paraná no Institut National des Sciences Appliquées (INSA), uma das maiores escolas de formação de engenheiros da França.
A Secretaria já mantém diversas parcerias com a França, mais especificamente com a região de Rhône-Alpes. As discussões são voltadas para a extensão universitária, a pesquisa, energia e meio ambiente, mobilidade entre os dois países e relacionamento entre pequenas e médias empresas do Paraná e da região francesa.
Um grupo de estudantes franceses, inclusive, está no Brasil com o objetivo de acompanhar o programa Universidade Sem Fronteiras, que deve ser replicado naquele país. Entre outros acordos de cooperação, a implantação da Escola Tecnológica de Leites e Queijos dos Campos Gerais, localizada na cidade de Castro, também é fruto de uma parceria com a região de Rhône-Alpes.

Relacionadas

HOMENAGEM PÓSTUMA

Prefeito decreta luto oficial de três dias pela morte de Bosco

Carreata pede 'impeachment' de Bolsonaro também em Guarapuava

VAI COMEÇAR

Câmara marca início do período ordinário para 3 de fevereiro

Comentários