Mais de 600 idosos do Ativa Idade caminham no Parque do Lago

Comemorando antecipadamente o Dia da Atividade Física (06 de Abril), mais de 600 idosos, participantes do Projeto Ativa Idade desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social de Guarapuava, realizaram uma caminhada na manhã desta sexta feira (04), no Parque do Lago.

Eles são integrantes dos 25 grupos de Terceira Idade espalhados pela cidade, e que também se deslocaram da Palmeirinha, Jordão, Guará e Entre Rios, para interagirem. “É sempre um momento lindo quando todos os grupos se reúnem. Estamos todos felizes com o resultado e pelo fato de nenhum incidente ter acontecido. Por serem muito ativos, nossos idosos estão prontos até para uma mini maratona”, brinca Márcia Barbosa, coordenadora da ação.

Para a coordenadora do Grupo de Idosos de Entre Rios, Traudy Gerber, 62 anos, o fato de se fazer amizade e de serem tão acarinhados pela equipe da Assistência Social, faz tudo valer a pena. “Nos deslocamos até aqui com alegria. Dizemos adeus a solidão, a depressão e a doença. Ganhamos vida aqui”.

Cada idoso recebeu da Secretaria de Assistência Social um kit com camiseta, chapéu e um lanche saúdavel com frutas, barrinha de cereal e água à vontade. Logo após o alongamento, conduzido pelo professor Pablo, a turma toda seguiu caminhando até a outra extremidade do Parque onde praticaram exercícios aeróbicos.

A iniciativa contou com a parceria da Polícia Militar, 26° GAC, Guaratran, equipe da Surg e da secretaria de obras. Ao todo foram escalados 15 funcionários da Assistência Social para dar o suporte necessário a ação, que também contou com a participação dos acadêmicos de Enfermagem da Faculdade Guairacá, que aferiram a pressão dos participantes.

Para Geni Aparecida Rosa, 65 anos, moradora do Núcleo Tancredo Neves, fazer parte destas atividades é reviver a cada dia. “Que adianta ficar em casa lamentando da vida e se queixando de dor. Ainda temos muito o que viver. Isso sim é saúde”. Ela participa da hidroginástica duas vezes por semana e conta os dias para participar do grupo.

Dona Eugênia Ferreira dos Santos, de 82 anos, vibrou ao ver a equipe da Rede Sul de Notícias. Ela é moradora no bairro Jardim das Américas e frequentemente está nas atividades promovidas pelo projeto. “Eu fico doente se não posso vir. Conto os dias e as horas cada vez que marcam algo diferente. Minha vida hoje é muito mais alegre do que um dia imaginei”.

Para Carlinda Fagundes, 84 anos, dançar, caminhar e fazer ginástica é seu remédio diário. “Tenho orgulho de participar deste grupo e convido todas as minhas amigas a vir brindar a vida com a gente, não é Durcília??”. A amiga Durcília Siqueira cuidava dos netos e nunca tinha tempo para ela. Recebeu o convite da amiga Carlinda e hoje venceu a depressão e comemora a nova vida. “Renasci com eles. Estou feliz como nunca”.

 

 

 

Relacionadas

TRAGÉDIA

Incêndio atinge instituto na Índia que fabrica vacina de Oxford

SOLIDARIEDADE

Bebê precisa de medicamento que custa R$ 12 milhões

ALERTA

Procon alerta sobre perigo de kit 'fake' de vacina contra a covid-19

Comentários