Mais Médicos: Candói e Prudentópolis não preencheram nenhuma vaga do programa

Em Pinhão, uma vaga segue aberta. Brasileiros formados no exterior escolherão os municípios de atuação nos dias 23 e 24  

Três municípios da região de Guarapuava seguem sem preencher as vagas totais oferecidas pelos profissionais do Mais Médicos, programa do governo federal. Desde a saída dos profissionais cubanos em novembro, os municípios de Candói, Pinhão e Prudentópolis seguem sem conseguir fechar as vagas deixadas. Com isso, as cidades estão com desfalque no quadro de atendimento à população.

Em Pinhão, quatro vagas foram abertas após a quebra do acordo anunciada pelo governo cubano. Deste total, após duas desistências, uma vaga ainda precisa ser preenchida. Em Prudentópolis, dois médicos são esperados pela população. Segundo a assessoria de imprensa local, duas médicas chegaram a se inscrever, mas desistiram após iniciarem residência médica.

Já em Candói, desde o início do processo de oferta das vagas, as três oportunidades para o município não foram preenchidas. Segundo a assessoria de imprensa local, a falta dos profissionais atinge a população há dois meses. De lá para cá, em duas chamadas nenhum médico assumiu o atendimento no município.

Unidade Básica de Saúde de Candói (Foto: Ascom/Prefeitura de Candói)

Segundo o secretário de saúde de Candói, Juarez Turco, cerca de cinco mil habitantes que moram nas regiões administrativas da Paz e Cachoeira estão sem atendimento. A consequência é a superlotação do posto de saúde da sede municipal.

Não podemos deixar nossos munícipes sem atendimento, porém, temos baixa de três profissionais cedidos através do programa que nos auxiliavam a atender duas grandes comunidades. Para piorar um médico concursado veio a falecer. Há dois meses o posto tem recebido o dobro da capacidade de atendimento. Chegamos a cobrir 10 mil habitantes. Pedimos a compreensão da população enquanto a situação não é resolvida.

Com a quebra do acordo do Programa Mais Médicos 8.500 profissionais cubanos saíram do país. Agora, com a nova chamada aberta, no dia 22 de janeiro será publicada a validação dos documentos dos profissionais brasileiros formados no exterior que se inscreveram para esta etapa. Nos dias 23 e 24, os brasileiros formados no exterior escolherão as vagas disponíveis. Se após esta chamada, as vagas nestes municípios da região de Guarapuava não forem preenchidas, uma nova oportunidade será aberta no final do mês.

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

Guarapuava registra 92 novos casos de covid-19 e governador faz apelo

ADOTE E FAÇA O BEM

Crianças enviam cartinhas emocionantes para Papai Noel dos Correios

CUIDADO COM O TROTE

Pinhão alerta sobre trotes utilizando o nome da Unidade Sentinela

Comentários