‘Máscaras pela vida’ iniciam distribuição em Guarapuava

A iniciativa do projeto 'Máscaras para Vida' é das secretarias municipais de Guarapuava. O objetivo é produzir 100 mil unidades

Serão produzidas 100 mil máscaras para a população (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

Um trabalho de união pelo bem comum. Em uma ação conjunta, através do projeto “Máscaras pela Vida”, as Secretarias Municipais de Políticas Públicas Para as Mulheres, Assistência e Desenvolvimento Social e Desenvolvimento Econômico e Inovação estão confeccionando e já distribuindo máscaras para a população de Guarapuava que precisa.

Assim, o trabalho coletivo, envolveu cada uma das Secretarias em diferentes etapas. Enquanto a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação comprou todo o material, desde elástico, fio, tecido e pacote, a Secretaria de Políticas Públicas contratou 50 costureiras, que são responsáveis pela produção desses Equipamento de Produção Individual (EPIs).

Além disso, é responsável pela fiscalização de todo o processo de confecção. Já a Secretaria de Assistência Social, através dos cadastros de Centro de Referência e Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e entidades sociais, está no processo de distribuição.

A secretária de Políticas Públicas Para as Mulheres, Priscila Schran destacou que a ação é uma união que tem dado muito certo. “Estamos engajados nesse projeto. Além de promover a saúde e prevenção, estamos oferecendo uma oportunidade de renda para essas pessoas, na maioria mulheres. Este é um dos focos da nossa Secretaria”.

Ao todo, serão produzidas 100 mil máscaras para a população cadastrada nos Cras. Além de profissionais da área da saúde, usuários do transporte coletivo, igrejas, entidades sociais e servidores públicos.

O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Ari Marcos Bona, afirmou que o foco, neste primeiro momento, são pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A iniciativa é das secretarias municipais de Guarapuava (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

Trabalhamos para atender esse público da melhor forma possível, porque são as pessoas que precisam, como trabalhadores autônomos, que perderam a renda da família e não conseguem comprar.

Além disso, as máscaras também são entregue ao público na fila da Caixa Econômica, que aguarda o auxílio emergencial, e que, por vezes, está sem o equipamento de proteção. O secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Sandro Abdanur explicou que com recursos do município, foram comprados os materiais. “As costureiras contratadas estão produzindo as máscaras que estão sendo entregues. Além disso, nossas equipes atuam na distribuição, seguindo todas as medidas de prevenção”.

A gratidão de quem recebe o equipamento fica visível, mesmo por trás da máscara. O presidente do Conselho dos Pastores, Vanderley Mello, que foi contemplado com a entrega de EPIs para sua igreja, se emocionou ao afirmar que se sente abençoado.

“Sabemos a dificuldade de quem não têm condições de comprar máscaras e ficam expostos. As pessoas que têm, por vezes, não lembram que a vida útil da máscara é curta, que precisar ser lavada e trocada. Vejo essa ação da Prefeitura como um cuidado muito importante com os guarapuavanos”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TEMPORAL NA REGIÃO

Temporal destelhou 30 casas em Guarapuava na madrugada de hoje (28)

SINAIS DE ALERTA

Setembro Amarelo e o suicídio: quando a dor começa cedo

MEIO AMBIENTE

Audiência pública apresenta sugestões sobre resíduos sólidos dia 30/09

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com