Médico de Assis Chateaubriand é condenado por abuso sexual

Denunciado pelo Ministério Público por abuso a pacientes, o médico foi condenado a reclusão e pagamento de danos morais às vítimas

Denunciado por abuso a pacientes, o médico foi condenado a reclusão e pagamento de danos morais  (Foto: Arquivo/RSN)

Em Assis Chateaubriand, no Oeste do Paraná, um médico denunciado pelo Ministério Público, foi condenado em duas ações penais por abuso sexual de pacientes. O homem foi denunciado por meio da Promotoria de Justiça da comarca. Porém, ao fazer a denúncia, a equipe observou que ele já respondia a outros três processos pelos mesmos atos. Todos ocorreram entre novembro de 2016 e julho de 2017.

Além disso, há ainda um outro processo, por contravenção penal no Juizado Especial Criminal de Assis Chateaubriand, ou seja, uma infração menor. Em ambas as sentenças, o homem foi condenado por violência sexual mediante fraude, impedindo ou dificultando a manifestação livre de vontade.

Desse modo, deve pagar R$ 10 mil a cada uma das vítimas por danos morais e permanecer por três anos e meio em prisão em regime aberto. Mas, as decisões foram feitas ainda em primeira instância e estão sujeitas a recursos.

CONDIÇÕES

Algumas regras foram colocadas para que o médico pudesse cumprir a pena em regime aberto, entre elas: comparecer mensalmente ao juízo para justificar suas atividades, não mudar de endereço ou se ausentar da comarca por mais de 30 dias sem autorização do juiz e se manter em trabalho fixo durante todo o período de cumprimento da pena.

Além disso, não deve sair de casa durante os dias da semana das 20h às 6h. O horário também vale para os finais de semana e feriados. O nome do médico não foi informado pelo MP.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NOVO BOLETIM

Paraná confirma 1.590 novos casos de covid-19 e 63 mortes em 24h

TRANSITOU EM JULGADO

TCE-PR multa prefeito de Irati por contratação de empresas de servidores

RETORNANDO

Autorizadas as aulas presenciais dos últimos anos de cursos da Saúde

Comentários