:MP informa sobre apuração de irregularidades em licitações da prefeitura

Curitiba – A Promotora de Justiça Adriana Câmara, do Ministério Público Estadual, enviou oficio aos vereadores do PT e PMDB informando sobre todo o processo de investigação frente às denúncias de irregularidades nas licitações da Prefeitura de Curitiba, governada pelo PSDB. O ofício é uma resposta a solicitação feita ao MP pela bancada de oposição na Câmara Municipal de Curitiba, pela abertura de procedimento investigatório.
A solicitação foi feita em abril, quando os vereadores oposicionistas entregaram pessoalmente ao Procurador Geral de Justiça do Paraná, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, uma série de documentos sobre irregularidades e denúncias relativas à Prefeitura. Em síntese, os temas questionados dizem respeito a graves indícios de irregularidades nas áreas do Lixo; Iluminação Publica; Agências de Publicidade; Radares; Transporte Coletivo; Funerárias; Seguro dos Servidores Públicos; Secretaria de Obras Públicas, além de diversos problemas em licitações.
Além dos temas relativos às denúncias de irregularidades em licitações, o MP acrescenta ainda outros, como o referente às questões do lixo: aterro da Caximba, a licitação do consórico metropolitano e os aditivos contratuais formalizados entre o município e a empresa Cavo. Destaca também que estão sendo feitas investigações sobre licitações sob suspeitas na Secretaria Municipal de Obras Públicas.. Ela cita os casos das construtoras Iguatemi e Catedral e da corretora de seguros Plena, informando também a existência de um inquérito policial deflagrado mediante requisição da promotoria.
O pedido da oposição, segundo informa a Promotora Adriana Camara, foi arquivado tendo em vista que todos os temas solicitados já são objetivo de investigação pelo Ministério Público. Para o vereador Pedro Paulo (PT), “o oficio enviado é de suma importância e reafirma que a linha da oposição está correta. Todas as denúncias de irregularidades nas licitações estão sendo investigadas e são consideradas graves pelo MP, segundo o documento que nos foi enviado.”

Assessoria de Imprensa /PT Curitiba

Relacionadas

Governador nomeia dois novos secretários de Estado

AÇÃO

MP pede devolução de mais de R$ 1 milhão em diárias da Câmara

ELEIÇÕES

Deputados aprovam adiamento das eleições para 15 e 29 de novembro

Comentários