Novo Caged mostra recuperação gradual da economia em Guarapuava

Os números do Novo Caged para o mês de setembro também mostram recuperação de postos de trabalho no Paraná e no Brasil

Novo Caged mostra recuperação gradual da economia em Guarapuava (Foto: Divulgação)

Pelo quarto mês consecutivo, Guarapuava registrou saldo positivo na criação de empregos com carteira assinada. Assim, conforme o ‘Novo Caged’ – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o mês de setembro teve 1.535 contratações e 1.338 demissões, resultando em saldo de 197 postos criados no município. Em agosto o saldo positivo fechou em 269 postos de trabalho. Entretanto em junho e julho, Guarapuava já tinha registrado mais admissões que desligamentos.

Aos poucos a economia se recupera dos impactos causados pela pandemia do novo coronavírus. Assim, três setores impulsionaram positivamente essa retomada em Guarapuava. O Setor da Indústria teve saldo de 132 novas contratações, seguido do Comércio com 80 novos postos. E o Setor da Construção Civil, com 67 novas contratações.

Contudo, dois setores registraram saldo negativo em setembro. O Setor da Agropecuária teve saldo negativo de 43 postos. E por fim, o Setor de Serviços encerrou o mês com 39 postos de trabalho fechados. Os meses de abril e maio tiveram mais demissões que contratações no município.

PARANÁ

De acordo com o Novo Caged, o Paraná encerrou o mês de setembro com 19.732 mil novos empregos. E da mesma forma que Guarapuava, teve o quarto mês seguido de saldo positivo na criação de empregos com carteira assinada. Assim, foram 106.382 contratações contra 86.650 desligamentos neste mês. O setor da Indústria apresentou maior número de contratações, com saldo positivo de 6.626 novas vagas no Estado.

Em seguida, o Setor do Comércio fechou setembro com 5.398 novas vagas. Já o Setor de Serviços teve 4.716 postos criados. Na Construção Civil, o saldo positivo ficou em 2.892 vagas. E a Agropecuária encerrou setembro com 100 vagas criadas. Em agosto o saldo também foi positivo com 16.685 novas vagas de trabalho. E em julho 14.287 postos criados no Estado.

BRASIL

Os dados do Novo Caged também mostram saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada no Brasil. Em Setembro, o país criou 313.564 novos postos de trabalho. Em agosto, o saldo positivo ficou em 249.388 novos empregos. Assim, a Indústria fechou o mês com 110.868 postos criados.

Em seguida, vem o Setor dos Serviços, com 80.481 novos empregos; o Comércio encerrou setembro com saldo positivo de 69.239 vagas; o Setor da Construção Civil teve saldo de 45.249 empregos criados. E por fim, o Setor da Agropecuária, registrou 7.751 novos postos de trabalho com carteira assinada.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ROUBOU E ABANDONOU

Quadrilha abandona dinheiro após assalto e populares furtam as 'notas'

DENUNCIE

No Brasil, uma mulher é vítima de assassinato a cada nove horas

LUTO

Morre o jornalista Fernando Vannucci aos 69 anos em São Paulo

Comentários