Obra na avenida Manoel Ribas “aproximará” o Centro de Guarapuava à Cidade dos Lagos

Recapeamento asfáltico e paisagismo terão investimento estadual de R$ 1,5 milhão

Avenida Manoel Ribas (Foto: Secom)

A avenida Manoel Ribas, via principal de acesso entre o trevo na BR-277 e o Centro de Guarapuava, receberá recape asfáltico. A obra, orçada em R$ 1,5 milhão, com recursos do Estado e a fundo perdido, começará no chafariz da Rua XV de Novembro até a rodovia, numa ligação que agrega parte da PR-466, no perímetro urbano, e que leva ao bairro planejado Cidade dos Lagos.

De acordo com o prefeito Cesar Silvestri Filho (PPS), como ruas do anel central da cidade estão revitalizadas, há um “recorte” na Avenida Manoel Ribas.

Eu estava me sentindo desconfortável em ver que a pavimentação da avenida está começando a se deteriorar em algumas partes, e fui atrás de recursos.

Segundo o secretário municipal de Habitação e Urbanismo, Flávio Alexandre, a obra terá início em fevereiro e deverá ser concluída no primeiro semestre de 2019. Serão 3,2 quilômetros de recape, nas duas pistas da avenida. A nova “cara” da Manoel Ribas receberá, também, um projeto paisagístico, que se unirá ao canteiro central da PR-466, na parte duplicada.

De acordo com a governadora Cida Borghetti (PP), a duplicação de parte da rodovia estadual, desde o trevo de Guarapuava até o Posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), e que foi iniciada no seu mandato, ordenará o trânsito, principalmente, na entrada à Cidade dos Lagos, onde está sendo construído o Hospital Regional. O canteiro central da rodovia terá iluminação em led e paisagismo.

Porém, com a revitalização da avenida, a intenção maior da Prefeitura é promover uma “aproximação” entre a cidade e o bairro Cidade dos Lagos, separado pela BR-277. O investimento do Estado é de R$ 36 milhões, incluindo trincheiras. Nessa obra, apenas o trecho que passa por cima da rodovia federal ficará sem duplicação. “É um projeto que vamos pensar no futuro”, disse Flávio Alexandre.

De acordo com o prefeito Cesar Filho, numa segunda etapa, o recape asfáltico atingirá a Manoel Ribas, tendo como ponto de partida o chafariz da XV até o Parque de Exposições Lacerda Werneck.

MICRORREVESTIMENTO

Obras de micro revestimento (Foto: Secom)

Em paralelo a isso, dez ruas de Guarapuava estão revitalizadas a partir do projeto de microrrevestimento na pavimentação asfáltico, num total de 18 quilômetros, principalmente, no anel central da cidade. A rua Brigadeiro Rocha, entretanto, está revitalizada desde o início até a Rodoviária Municipal, no bairro Bonsucesso. O investimento é superior a R$ 2 milhões, oriundo de convênio com o Governo do Paraná, segundo informou o secretário de Habitação e Urbanismo do Município, Flávio Alexandre.

A DIFERENÇA

O microrrevestimento executado em ruas centrais de Guarapuava é um recurso superficial para corrigir desgastes na pavimentação asfáltica. Segundo o secretário Flávio Alexandre, esse recurso prolonga a vida útil da pavimentação. Já o recape asfáltico que será executado na Avenida Manoel Ribas consiste numa obra mais aprofundada, recuperando a malha asfáltica.

Relacionadas

EXPLOSÃO COVID-19

Em 24h, Guarapuava registra 71 novos casos de covid-19

PEDIDO

Súmula de requerimento de licença de instalação

SÚMULA

Súmula de recebimento de licença prévia

Comentários